Preço do arroz gaúcho segue escalada e sobe mais de 12% em 30 dias

218

     Porto Alegre, 15 de maio de 2020 – O mercado brasileiro de arroz encerra a primeira quinzena de maio com preços aquecidos. Na média do Rio Grande do Sul, estado referência para a cotação no Brasil, a indicação ficou em R$ 60,42 por saca de 50 quilos no dia 14 de maio, ante 58,32 pela saca no dia 7. Em 30 dias, a alta é de 12,16%. Frente ao mesmo período do ano anterior, a elevação é de 36,56%.

     O arroz iniciou a sua escalada em março, diante dos primeiros casos de covid-19 no Brasil, pois os consumidores correram aos supermercados, para se abastecer de produtos não perecíveis. A restrição de exportações em países asiáticos, para garantir a demanda local, também trouxe suporte às cotações internacionais.

     No cenário externo, destaque para o relatório de maio de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), divulgado dia 12, que trouxe as primeiras estimativas para a safra 2020/21, apontou a produção mundial de arroz beneficiado em 501,96 milhões de toneladas. As exportações mundiais de arroz beneficiado foram estimadas em 45,22 milhões de toneladas. A estimativa para o consumo é de 498,12 milhões de toneladas de beneficiado para 2020/21. Os estoques finais mundiais de arroz beneficiado na temporada 2020/21 foram previstos em 184,18 milhões de toneladas.

     A Índia deverá produzir 118 milhões de toneladas beneficiadas em 2020/21; a Tailândia, 20,4 milhões; e o Vietnã, 27,50 milhões. A safra brasileira está estimada em 6,87 milhões de toneladas de beneficiado. A safra da Indonésia está projetada em 34,90 milhões de toneladas. A produção chinesa está estimada em 149,00 milhões de toneladas.

     Para a temporada 2019/20, o USDA estimou a produção mundial de arroz beneficiado em 493,79 milhões de toneladas. As exportações mundiais de arroz beneficiado foram estimadas em 42,40 milhões de toneladas para 2019/20. A estimativa para o consumo é de 490,19 milhões de toneladas de beneficiado para 2019/20. Baseado nas estimativas de produção, exportação e consumo, os estoques finais mundiais de arroz beneficiado na temporada 2019/20 foram previstos em 180,35 milhões de toneladas.

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA