Ministra da Agricultura lamenta perdas por seca para soja e milho no RS

632

     Porto Alegre, 25 de maio de 2020 – A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, lamentou há pouco, durante entrevista à Rádio Gaúcha, as perdas causadas pela seca nas lavouras de soja e de milho do Rio Grande do Sul. A ministra destacou que, infelizmente, é difícil e demorado saber a perdas de cada município e que está tentando acelerar este processo. “É injusto um município receber a ajuda e, o do lado, não”, pondera.

     Conforme a ministra, já houve a prorrogação para o pagamento de custeio e investimentos em virtude da pandemia do coronavírus, mas que tentará aumentar o tempo para os produtores gaúchos atingidos pela estiagem.

     Sobre as medidas anunciadas até o momento para o auxílio da agricultura durante da pandemia do coronavírus, Tereza Cristina afirmou que o ministério está tentando elevar o montante atual de crédito emergencial de R$ 40 mil para cada médio produtor, para pagamento em três anos, tendo um ano de carência. “Estamos tentando aumentar este valor, mas dependemos de recursos do Ministério da Economia e do Banco Central”, frisa.

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA