Acordo comercial dos EUA com a China ainda está valendo, diz Kudlow

434


     São Paulo, 26 de maio de 2020 – O acordo comercial de primeira fase entre Estados Unidos, assinado em janeiro, segue válido apesar da escalada de tensões entre as duas maiores economias do mundo nas últimas semanas, segundo o principal conselheiro econômico da Casa Branca, Larry Kudlow.

     “Não quero especular sobre isso porque o representante comercial dos Estados Unidos Robert Lighthizer; o secretário do Tesouro [norte-americano], Steven Mnuchin; e o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, tiveram encontros construtivos sobre o acordo comercial, que está valendo ainda”, disse Kudlow em entrevista para a Fox Business.

     A vigência do acordo comercial entre Estados Unidos e China passou a ser colocada em dúvida diante das críticas de membros do governo norte-americano, incluindo o presidente Donald Trump, sobre a maneira como a China conduziu a pandemia do novo coronavírus e, mais recentemente, sobre medidas de segurança unilaterais que devem ser impostas sobre Hong Kong.

     “Agora, vamos ver se a China implementará o acordo, que inclui proteção à propriedade intelectual, fim da transferência forçada de tecnologia, além das compras de commodities. Não quero especular mais sobre isso”, afirmou.

     Kudlow, no entanto, não poupou críticas à China. “A China vem cometendo grandes errados: na questão da segurança de Hong Kong, na falta de transparência sobre o novo coronavírus e também na área financeira, que nos forçou a impedir investimentos de empresas chinesas. Se querem dinheiro dos Estados Unidos, precisam se encaixar nos nossos padrões”, acrescentou.

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2020 – Grupo CMA