Com dólar em queda, NY sustenta e café permanece estável no Brasil

338

     Porto Alegre, 26 de maio de 2020 – O mercado físico brasileiro de café apresentou preços estáveis nesta terça-feira. Apesar da forte baixa do dólar, o café arábica voltou às atividades na Bolsa de Nova York (ICE Futures US), após o feriado da segunda-feira, e fechou com boa alta. Assim, o café se sustentou na maior parte das praças. E o dia foi até um pouco mais movimentado na comercialização.

     No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa ficou em R$ 560,00/565,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, preço de R$ 565,00/570,00, inalterado.

     Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 385,00/390,00, sem alterações. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 350,00/355,00 a saca, contra R$ 345,00/350,00 anteriormente.

Nova York

     A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta terça-feira com preços mais altos.

     Como destaca o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, o mercado voltou do final de semana estendido pelo feriado nos Estados Unidos (Memorial Day) desta segunda-feira encontrando suporte no avanço do preço do petróleo e na queda no dólar. O dia foi de maior otimismo nos mercados, com as bolsas de valores e de commodities subindo, com as indicações de reabertura gradual de economias após o pico do novo coronavírus.

     Os temores envolvendo o frio intenso no cinturão cafeeiro do Brasil nesta semana, com apreensão com o risco de geada com a passagem de uma massa de ar polar, contribuíram para os ganhos.

     Os contratos com entrega em julho fecharam o dia a 105,10 centavos de dólar por libra-peso, com valorização de 1,50 centavo, ou de 1,4%. A posição setembro fechou a 106,65 centavos, alta de 1,45 centavo, ou de 1,4%.

Câmbio

     O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com baixa de 1,68%, sendo negociado a R$ 5,3650 para venda e a R$ 5,3630 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,3370 e a máxima de R$ 5,4030.

    Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA