Produção de açúcar da Índia deve crescer 17% em 2020/21, prevê USDA

499


     Porto Alegre, 27 de maio 2020 – O adido agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Nova Deli está estimando um crescimento de 17% na produção de açúcar na temporada 2020/21 (outubro-setembro), que deverá passar de 28,9 milhões para 33,7 milhões de toneladas.

     Assumindo condições mercadológicas normais após a pandemia do novo coronavírus, disse o adido, a India poderá exportar até cinco milhões de toneladas de açúcar em 2020/21, mantendo o volume previsto para 2019/20, com as usinas sendo estimuladas por subsídios estatais para os embarques.

     Com condições climáticas também normais e uma perspectiva otimista para as chuvas de monção em 2020, a área plantada de cana-de-açúcar na India em 2020/21 deve crescer 187 mil hectares, para 5,4 milhões de hectares.

     O consumo doméstico de açúcar na India deverá crescer de 27 milhões de toneladas em 2019/20 para 28,5 milhões de toneladas em 2020/21 (5,5%), com a estimativa para 2020 reduzida após o enfraquecimento da demanda registrado entre os meses de março e abril, pico da pandemia.

     Os estoques finais de açúcar da India em 2020/21 estão estimados em 17,2 milhões de toneladas, quase 7,5% acima das 16 milhões de toneladas projetadas para 2019/20. O volume é suficiente para cobrir sete meses de consumo interno, muito acima dos níveis normais, suficientes para dois a três meses de demanda.

    Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA