Preço do arroz gaúcho não interrompe escalada e sobe 12% em maio

196


     Porto Alegre, 29 de maio de 2020 – O mercado brasileiro de arroz não interrompeu a escalada dos preços na última semana de maio, fechando o mês com fortes ganhos. Na média do Rio Grande do Sul, estado referência para preços nacionais, a indicação ficou em R$ 63,17 por saca de 50 quilos do cereal em casca no dia 28 de maio, ante R$ 62,57 no dia 21. Em 30 dias, a alta era de 12,26%. Frente ao mesmo período do ano anterior, a elevação era de 41,66%.

     Conforme o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana, os preços domésticos voltaram a subir entre terça e quinta-feira nesta semana. “O movimento maior durante este período de meio de semana vem sendo notado nos últimos meses, quando compradores preferem fazer sondagens na segunda e sexta-feira, entrando mais forte na compra de arroz entre terça e quinta-feira”, destaca.

     O recuo do dólar frente ao real nas últimas sessões também mantém compradores mais retraídos, à espera que estes recuos possam facilitar a importação do cereal paraguaio. “Porém, o que vimos nesta quinta-feira é que o mercado internacional ficou de olho na produção do maior exportador mundial, a Índia”, pondera Viana.

     A Índia enfrenta uma nova onda de enxames de “Locusta”, um gafanhoto que consome rapidamente grandes áreas de plantio de diversos tipos de cereais, podendo levar a grandes perdas no país asiático na safra de verão. “Com isso, os contratos de arroz na Bolsa de Mercadorias de Chicago sobem forte e renovam as altas das últimas sessões”, explica o analista.

     Rodrigo Ramos ([email protected]) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA