Preços do algodão iniciam semana em leve alta no Brasil

351


     Porto Alegre, 1 de junho de 2020 – O mercado brasileiro de algodão teve reduzido volume de negócios e preços em leve alta. No CIF de São Paulo a indicação ficou em R$ 2,69/libra-peso, com alta de 0,4% sobre o fechamento da última sexta-feira. No FOB exportação de Santos fechou a 50,23 cents de dólar por libra-peso (c/lb), valor 16,4% superior ao do contrato spot negociado em Nova York.

      “Os reportes de negócios têm se concentrado em lotes de safras futuras e, preferencialmente, para exportação. Isso mostra que os cotonicultores seguem aproveitando os momentos de competitividade do produto nacional fixar”, explica o analista e consultor de SAFRAS & Mercado, Elcio Bento.

      Neste mês de junho iniciou a temporada 2020/21. A estimativa é que sejam colhidos 2,900 milhões de toneladas, contra 2,880 milhões de toneladas da temporada anterior. Somados aos estoques iniciais de 703 mil toneladas e aos pequenos volumes que devem ser importados ao longo do ciclo, o país contará com uma oferta interna de 3,611 milhões de toneladas, contra 3,3 milhões de toneladas da anterior.

     No lado da demanda, com as últimas estimativa de retração do PIB superior a 5%, o consumo da indústria têxtil nacional deve recuar para os menores níveis desde 1984/85 com cerca de 640 mil toneladas de algodão em pluma. Com isso, o superávit de produção em relação ao consumo será de 2,260 milhões de toneladas. Esse é o volume que o país precisará escoar via exportação para evitar uma nova elevação dos estoques de passagem.

NY

     A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços firmes. Pela primeira vez desde a metade de março, a cotação julho operou acima de 60 centavos de dólar por libra-peso.

     O cenário financeiro de menor aversão ao risco, diante da reabertura de economias, ajudou a sustentar as cotações. O sentimento de que as compras chinesas de algodão americano não serão prejudicadas com a tensão geopolítica entre os dois países ajudou a sustentar os contratos.

     Hoje o governo chinês teria pedido às empresas estatais que não comprassem mais soja e carne suína dos Estados Unidos. Mas o algodão não foi citado.

     Os contratos com entrega em julho/2020 fecharam no dia a 60,06 centavos de dólar por libra-peso, ganho de 2,47 centavo, ou de 4,28%. Dezembro fechou a 58,71 centavos, com valorização de 1,23 centavo, ou de 2,13%.

     Câmbio

     O dólar comercial encerrou em alta de 0,93%, sendo negociado a R$ 5,3870 para venda e a R$ 5,3850 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,3130 e a máxima de R$ 5,4210.

     Agenda de terça

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA