Preços do boi gordo sobem em todo o país com oferta curta

308

     Porto Alegre, 12 de junho de 2020 – O mercado físico do boi gordo teve uma semana marcada por valorização nos preços. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos encontraram dificuldades na composição de suas escalas de abate e tentaram ajustar a programação antes do feriado da quinta-feira, o que certamente dificultou a conclusão dos negócios. “No geral as escalas de abate estão encurtadas, posicionadas entre três e quatro dias úteis. O final de safra este ano foi atípico, com oferta curta diante do grande volume de retenção de fêmeas”, assinalou Iglesias.

    Enquanto isso, os agentes do mercado seguem mais otimistas em relação à demanda da carne bovina diante do relaxamento da quarentena em alguns estados. “No entanto os danos causados à economia são severos, e ainda é necessária a avaliação dos dados macroeconômicos do trimestre, com inúmeros pedidos de falência, altas taxas de desemprego e a queda da renda das famílias. Em relação à exportação de carne bovina, a China segue importando volumes substanciais de proteína animal brasileira neste trimestre, criando um relevante ponto de suporte para o mercado doméstico”, completou.

     Já no atacado, os preços da carne bovina seguiram firmes. Ainda há algum espaço para reajuste no curto prazo, mesmo que ponderado, com a reabertura gradual do mercado paulista, o principal centro consumidor de carne bovina do país.

     Com isso, os preços a arroba do boi gordo na modalidade à prazo nas principais praças de comercialização do País estavam assim no dia 10 de junho:

* São Paulo (Capital) – R$ 202,00 a arroba, contra R$ 196,00 a arroba em 04 de junho, subindo 3,1%.

* Goiás (Goiânia) – R$ 195,00 a arroba, ante R$ 190,00 a arroba (+263%).

* Minas Gerais (Uberaba) – R$ 198,00 a arroba, contra R$ 193,50 a arroba (+2,33%).

* Mato Grosso do Sul (Dourados) – R$ 187,00 a arroba, ante R$ 185,00 a arroba (+1,1%).

* Mato Grosso (Cuiabá) – R$ 177,00 a arroba, contra R$ 174,00 a arroba (+1,7%).

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA