Recuo do dólar deve travar mercado interno de soja

437

Porto Alegre, 22 de junho 2020 – A queda do dólar deve prejudicar os negócios com soja no Brasil nesta segunda-feira. Os preços tendem a cair nas principais praças do país, com os contratos futuros também recuando em Chicago.

     O mercado brasileiro de soja iniciou a sexta com boa movimentação. Na parte da tarde, a queda do dólar travou os negócios. Os preços oscilaram bastante, mas permaneceram praticamente estáveis. Na manhã, houve operações de bom volume no Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal.

     Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 112,00 para R$ 113,00. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 111,500 para R$ 112,00. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 116,00 para R$ 115,50.

     Em Cascavel, no Paraná, o preço ficou em R$ 108,50 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca permaneceu em R$ 115,00.

     Em Rondonópolis (MT), a saca avançou de R$ 104,00 para R$ 105,00. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 100,00 para R$ 101,00. Em Rio Verde (GO), a saca aumentou de R$ 100,00 para R$ 101,00.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em julho apresentam desvalorização de 0,17%, cotados a US$ 8,75 por bushel.

* O mercado embolsa os lucros da sexta-feira, quando atingiu o melhor patamar em três meses.

* Já a expectativa de boa demanda da China pela soja norte-americana limita as perdas.

PRÊMIOS

* O prêmio em Paranaguá para julho ficou em 120 a 130 pontos acima de Chicago. Para agosto, o valor é de 120 a 130 pontos acima.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra baixa de 1,1% a R$ 5,259.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam em baixa. Xangai, -0,08%. Tóquio, -0,18%.

* As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -0,37%; Frankfurt, -0,36%; Londres, -0,31%.

* O petróleo opera com perdas. Agosto do WTI em NY: US$ 39,59 o barril (-0,62%).

* O Dollar Index registra baixa de 0,26%, a 97,37 pontos.

AGENDA

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

– Balança comercial das três primeiras semanas de junho – Ministério da Economia, 15hs.

– Condições das lavouras norte-americanas – USDA, 17hs.

—-Terça-feira (23/06)

– O BC divulga às 8h a ata da reunião mais recente do Comitê de Política Monetária (Copom).  

—–Quarta-feira (24/06)

– China: A bolsa de Hong Kong permanece fechada em função de um feriado.

– China: A bolsa de Xangai permanece fechada em função de um feriado.  

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

—–Quinta-feira (25/06)

– Eurozona: O Banco Central Europeu (BCE) divulga às 7h30 a ata da reunião de política monetária de junho.

– O Banco Central divulga às 8h o relatório trimestral de inflação.

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre o Indice Nacional de Preços ao Consumidor – 15 (IPCA 15) referentes a junho.

– EUA: A terceira leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2020 será publicada às 9h30 pelo Departamento do Comércio.

– Atualização da estimativa para a safra mundial de grãos – CIG, na parte da manhã.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (26/06)

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.