Clima favorece otimismo com lavouras de trigo no Brasil

255

Porto Alegre, 26 de junho de 2020 – O avanço significativo do plantio de trigo no Rio Grande do Sul traz otimismo aos produtores e minimiza a possibilidade de atrasos na entrada da oferta no mercado. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Jonathan Pinheiro, o clima favorável aumenta a possibilidade de boas produtividades. Além disso, a antecipação dos trabalhos diminui a possibilidade de exposição das lavouras a períodos de clima adverso.

Rio Grande do Sul

Segundo boletim semanal da Emater/RS, o plantio de trigo atinge 74% da área, estimada em 915.712 hectares. Na semana passada, os trabalhos atingiam 43%. Em igual período do ano passado, o implante cobria 68% da área. A média para os últimos cinco anos é de 66%. Todas as lavouras estão em fase de germinação ou desenvolvimento vegetativo.

Na área de atuação da Cotripal, que inclui Panambi e mais nove municípios no norte do Rio Grande do Sul, os trabalhos já estão finalizados. A superfície é projetada em 32 mil hectares. No ano passado, foram 22 mil hectares, mas o engenheiro agrônomo da cooperativa, Dênio, Oerlecke, observa que parte desse aumento se deve à ampliação da área de atuação. “Nem tudo é crescimento real da superfície plantada”, disse. Após as altas temperaturas dos últimos dias, o clima deve esfriar e favorecer a uniformização do desenvolvimento. Até o momento as lavouras estão em boa situação, divididas entre as fases de emergências (50%) e desenvolvimento vegetativo (50%).

Em Santa Rosa, no noroeste do estado, o plantio de trigo está praticamente finalizado. Segundo o engenheiro agrônomo da Cotrirosa, Taciano Reginatto, faltam apenas áreas pontuais. A superfície total é estimada em 11 mil hectares. O clima é favorável ao manejo da cultura, com as chuvas iniciadas nesta quarta-feira (24). A umidade do solo é boa, assim como a qualidade das lavouras. “Nasceu muito bem; o desenvolvimento está bem uniforme. Para manter o quadro positivo, é só esfriar”, o engenheiro agrônomo observa que a meteorologia indica clima frio para a região na próxima semana. As lavouras se dividem entre as fases de emergência (30%) e perfilhamento (70%).

Paraná

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, informou, em seu relatório semanal, que o plantio da safra 2020 de trigo do estado atinge 89% da área estimada de 1,13 milhão de hectares, contra 1,029 milhão de hectares em 2019, alta de 10%. Segundo o Deral, 88% das lavouras estão em boas condições 10% em situação média e 2% em condições ruins. As lavouras se dividem entre as fases de germinação (10%), crescimento vegetativo (84%) e floração (6%). O Deral informou, em seu relatório mensal, que a safra 2020 de trigo do Paraná deve registrar uma produção de 3,672 milhões de toneladas, 72% acima das 2,141 milhões de toneladas colhidas na temporada 2019.

A semeadura de trigo está encerrada na área de abrangência da Cooperativa Coopavel, que atua em 17 municípios do oeste e sudoeste paranaense, de acordo com relatório do dia 15 de junho. Conforme fonte da cooperativa, que concedeu entrevista exclusiva à Agência SAFRAS, a situação das lavouras é muito boa, pois estas têm recebido chuvas regulares. Após a chuva, a temperatura deve cair bastante na região, sendo esperados 5 graus no domingo. “Mas não deve gear”, adverte.

Segundo relatório do dia 22 de junho, 0,5% das lavouras estão em fase de floração, 98% em desenvolvimento vegetativo e 2,5% em emergência. A produtividade média está estimada em 3.560 quilos por hectare, mesmo patamar da semana anterior. A área semeada está estimada em 99,5 mil hectares, ante cerca de 96 mil hectares na temporada passada.

Argentina

O plantio de trigo atinge 71,3% da área na Argentina. Segundo a Bolsa de Cereais de Buenos Aires, os trabalhos avançaram 13,2 pontos percentuais na semana e estão 10,4 pontos adiantados em relação ao ano passado. Os argentinos deverão semear 6,7 milhões de hectares. Até o momento, os trabalhos cobrem 4,778 milhões de hectares.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA