Ações da Ásia fecham em alta; Xangai sobe 2% com dados positivos

396

     Porto Alegre, 3 de julho de 2020 – Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam em alta, refletindo o otimismo com a recuperação da economia global, depois de dados positivos dos Estados Unidos e da China, enquanto os investidores aguardam novos estímulos de Pequim. 

     O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China subiu para 58,4 pontos em junho, de 55,0 pontos em maio, com os novos pedidos subindo no maior no ritmo em dez anos com a retomada das atividades fechadas devido à pandemia de covid-19.

     A Bolsa de Xangai subiu mais de 2% e liderou os ganhos na região. O otimismo com a recuperação econômica levou o índice CSI300, que reúne ações das 300 principais empresas das bolsas Xangai e Shenzhen, subiu 1,93%, para 4,419.60 pontos, seu maior nível em cinco anos.

     Nos Estados Unidos, foram criadas 4,8 milhões de vagas de emprego no mês passado, acima da expectativa de avanço de 3,3 milhões. “O sentimento do mercado melhorou na sexta-feira, com os investidores reagindo ao relatório de empregos nos Estados Unidos”, segundo analistas do ING, em relatório.

     Eles destacaram, porém, que “a aceleração sustentada de novas infecções nos estados norte-americanos pode reverter essa tendência com a seleção de medidas de bloqueio restabelecidas em pontos críticos”.

     Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices

asiáticos:

     Nikkei 225 (Tóquio): +0,66%, 22.292,39 pontos

     Hang Seng (Hong Kong): +0,99%, 25.373,12 pontos

     Xangai Composto (Xangai): +2,01%, 3.152,81 pontos

     Kospi (Seul): +0,80%, 2.152,41 pontos

     Veja a variação dos índices na semana:

     Nikkei 225 (Tóquio): -0,98%

     Hang Seng (Hong Kong): +3,35%

     Xangai Composto (Xangai): +5,81%

     Kospi (Seul): +0,83%

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA