BRF lamenta fato da UE negar recurso contra bloqueio de embarques

659

     Porto Alegre, 9 de julho de 2020 – A BRF disse que lamenta a decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia (UE) que negou o recurso da companhia sobre a proibição de exportação de carne de frango aos países do bloco. Em 2018, após a operação Trapaça, da Polícia Federal (PF), o bloco suspendeu 12 unidades da empresa que estavam autorizadas a exportar aves para a região.

     Em nota, a empresa afirmou que a decisão do Tribunal confirma os poderes discricionários da Comissão Europeia de desabilitar plantas, localizadas em outros países, exportadoras de proteína animal.

     A empresa ressaltou que avaliará a situação, sempre buscando atender aos requisitos necessários para a relistagem de suas plantas.

     Além disso, a BRF explicou que cumpre as normas e regulamentos, aplicáveis ao Brasil e a todos os países para os quais exporta, referentes à produção e comercialização de seus produtos, que possui rigorosos processos de segurança alimentar e controles de qualidade. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA