IBC-Br sobe 1,31% em maio ante abril, ante expectativa de +5,15%

291

     Porto Alegre, 14 de julho de 2020 – O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) do Banco Central subiu 1,31% em maio ante o mês anterior, para 120,42 pontos, após dois meses seguidos de forte retração, de acordo com dados ajustados por fatores sazonais. O resultado ficou abaixo do estimado pelo mercado, que previa alta de 5,15%, conforme mediana calculada pelo Termômetro CMA.

      Nos dados sem ajuste sazonal, o IBC-BR – considerado um indicador sobre o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) – atingiu 119,39 pontos, desabando 14,24% em maio em relação ao mesmo período de 2019, além da previsão do mercado, que esperava recuo de 11,40%. Já nos últimos 12 meses até maio, o IBC-Br registrou queda de 2,08%, enquanto no ano, acumula retração de 6,08%. As informações são da Agência CMA.

     Revisão: Rodrigo Ramos ([email protected]) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA