Rentabilidade muito boa explica previsão de aumento de área de soja – Live SAFRAS

553

    Porto Alegre, 17 de julho de 2020 – A rentabilidade muito boa para a soja explica a previsão de aumento na área a ser plantada com a oleaginosa no Brasil na temporada 2020/21, como foi antecipado na estimativa de intenção de plantio de SAFRAS & Mercado, divulgada mais cedo na Agência SAFRAS. A afirmação foi feita pelo consultor e analista de SAFRAS & Mercado, Luiz Fernando Gutierrez Roque, durante a Live de SAFRAS no Instagram da última sexta-feira (17).

   A intenção de plantio indicou um incremento de 1,8% na área brasileira de soja na safra 2020/21. “O incremento só não será maior porque há outras commodities com boa rentabilidade, como o arroz, a pecuária e o milho”, enumera o analista.

     No Sul do Brasil, o aumento deverá ser inferior a 1%. A elevação mais tímida entre todas as regiões reflete o produtor um pouco menos capitalizado pela quebra da última safra. “Além disso, há possibilidade de La Niña na próxima temporada, o que sempre preocupa na região Sul. Nas demais regiões, o crescimento deverá ser maior, com destaque para o Pará, com elevação de dois dígitos, “que ainda é a grande fronteira agrícola do país”.

     De um modo geral, o produtor de soja teve uma temporada bastante favorável e negociou a safra por valores rentáveis. “Há pouca soja disponível. Já foi comercializado mais de 90% da safra 2019/20, quando normalmente temos de 75% a 80% negociado neste período do ano”, destaca Gutierrez Roque. “A verdade é que está faltando soja. Há pouco produto disponível”, acrescenta.

     O analista lembra que as compras chinesas no primeiro semestre foram maiores do que o esperado. “Além da pandemia do novo coronavírus, a China pode ter se preparado para uma segunda guerra comercial com os Estados Unidos”, pondera.

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA