Café fecha com alta acentuada em NY com otimismo nos mercados e dólar em baixa

196

     Porto Alegre, 22 de julho de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta quarta-feira com preços acentuadamente mais altos.

     As cotações subiram com muita força no dia refletindo o otimismo nos mercados com o auxílio de países europeus às economias e as notícias de avanços nas vacinas para o coronavírus. A queda do dólar contra o real e outras moedas foi aspecto altista importante, como destaca o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach.

     Segundo Barabach, o mercado rompeu linhas técnicas importantes, o que acionou stops de compra e as ordens no lado comprador se intensificaram, o que acelerou a subida. Ele observa que o mercado também monitora a chegada de uma massa de ar polar no Brasil na próxima semana. Porém, não há maiores chances de risco com o frio sobre o cinturão cafeeiro do Brasil.

     O principal fator altista foi mesmo o otimismo nos mercados com as vacinas, apoios financeiros na Europa e a queda do dólar. O que levou NY a romper resistências.

     Os contratos com entrega em setembro fecharam o dia a 108,35 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 6,60 centavos, ou de 6,5%. A posição dezembro fechou a 111,00 centavos, com valorização de 6,50 centavos, ou de 6,2%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA