SAFRAS estima colheita de café 2020 no Brasil em 71% até 21 de julho

753


     Porto Alegre, 23 de julho de 2020 – A colheita de café da safra brasileira 2020/21 estava em 71% até o dia 21 de julho. O número faz parte do levantamento semanal de SAFRAS & Mercado para a evolução da colheita da safra. Na semana anterior, o índice era de 63%.

     Tomando por base a estimativa de SAFRAS para a produção de café do Brasil em 2020/21 de 68,1 milhões de sacas de 60 quilos, é apontado que foram colhidas 48,55 milhões de sacas até o dia 21.

     A colheita está atrasada em relação ao ano passado, quando 83% da safra estava colhida neste período. Os trabalhos também estão ligeiramente atrasados contra a média dos últimos 5 anos, que é de 72%.

     Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, os trabalhos de colheita andaram 8 pontos percentuais na última semana, aproveitando o tempo mais seco. “E o clima deve continuar favorecendo os trabalhos de colheita e secagem do café ao longo da próxima semana. Apesar do bom avanço, continua bem atrasada na comparação com igual período do ano passado”, pondera.

     No caso do arábica, a colheita chega a 63% da produção, contra 78% em igual época do ano passado e em linha com a média dos últimos 5 anos. Já o perfil médio da safra de arábica continua indicando uma temporada de boa qualidade tanto na bebida como na peneira, diz o consultor.

     Já a colheita de conilon se encamiha para o final com 92% da produção retirada dos pés. Em linhas gerais, continua abaixo de igual período do ano passado (94%) e também bem aquém da média dos últimos 5 anos (96%).

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA