Algodão cai em NY diante de fracas exportações norte-americanas

307

     Porto Alegre, 23 de julho de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços mais baixos nesta quinta-feira.

     O mercado foi pressionado no dia pelo fraco desempenho das exportações norte-americanas da pluma, segundo relatório semanal do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Ao final, perdas do petróleo também pressionaram as cotações.

     Segundo o USDA, as vendas líquidas norte-americanas de algodão (upland), referentes à temporada 2019/20, iniciada em 1o de agosto, ficaram negativas em 13.100 fardos na semana encerrada em 16 de julho. Representa um recuo de 25% frente à semana anterior e uma forte retração ante à média das últimas quatro semanas. O maior importador foi o Paquistão, com 5.500 fardos. Para a temporada 2020/21, ficaram em 10.900 fardos.

     Os contratos com entrega em dezembro/2020 fecharam no dia a 61,92 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 0,62 centavo, ou de 1,0%. Março/2021 fechou a 62,63 centavos, queda de 0,63 centavo, ou de 1,0%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA