Clima favorece desenvolvimento do trigo no Paraná e no RS

188

Porto Alegre, 24 de julho de 2020 – A comercialização do trigo no Brasil deve se manter lenta, pelo menos, até o final de agosto, quando inicia a colheita. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Jonathan Pinheiro, o câmbio sofreu grande retração nos últimos pregões e tende a impactar o mercado, caso se mantenha nestes patamares, ou abaixo, até o ingresso da nova safra.

Rio Grande do Sul

O plantio de trigo atinge 99% da área, estimada em 915.712 hectares. Na semana passada, os trabalhos atingiam 97%. Em igual período do ano passado, o implante cobria 99% da área. A média para os últimos cinco anos é de 96%. Todas as lavouras estão em fase de germinação ou desenvolvimento vegetativo. O predomínio de tempo seco e dias ensolarados na semana permitiu avanços no plantio, além de possibilitar a recuperação no desenvolvimento das lavouras e a realização de tratos culturais.

Paraná

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, informou, em seu relatório semanal, que o plantio da safra 2020 de trigo do estado foi concluído na área estimada de 1,13 milhão de hectares, que deve subir 10% frente ao ano anterior, de 1,028 milhão de hectares.

Segundo o Deral, 90% das lavouras estão em boas condições 8% em situação média e 2% em condições ruins. As lavouras se dividem entre as fases de germinação (1%), crescimento vegetativo (62%), floração (26%), frutificação (10%) e maturação (1%).

A produção deve ficar em 3,672 milhões de toneladas, 72% acima das 2,141 milhões de toneladas colhidas na temporada 2019. A produtividade média é estimada em 3.250 quilos por hectare, acima dos 2.205 quilos por hectare registrados na temporada 2019.

As lavouras de trigo têm bom desenvolvimento na área de abrangência da Cooperativa Coopavel, que atua em 17 municípios do oeste e sudoeste do Paraná. Conforme fonte da cooperativa, que concedeu entrevista exclusiva à Agência SAFRAS, sem frio, a região não recebeu geadas. Não há previsão de geadas para os próximos dias.

De acordo com relatório do dia 20 de julho, 3% das lavouras estão em fase de enchimento de grão, 20% em floração e 77% em desenvolvimento vegetativo. A produtividade média está estimada em 3.600 quilos por hectare, ante 3.560 na semana anterior. A área final plantada foi estimada em 109 mil hectares, ante cerca de 96 mil hectares na temporada passada.

CIG

O Conselho Internacional de Grãos (CIG) indicou projeção para a safra global de grãos em 2020/21 em 2,225 bilhões de toneladas. No mês passado, a produção para a próxima temporada foi estimada em 2,237 bilhões de toneladas. A safra 2019/20 teve sua estimativa elevada de 2,175 bilhões para 2,176 bilhões de toneladas. A produção de trigo é estimada em 762 milhões de toneladas, contra 768 milhões de toneladas no mês passado. Para a temporada anterior, o Conselho manteve sua projeção em 762 milhões entre os relatórios de junho e julho.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA