Produtor de milho retém oferta e preços devem seguir firmes no Brasil

160

     Porto Alegre, 31 de julho de 2020 – O mercado brasileiro de milho deve fechar a semana com preços firmes. Há um maior interesse por parte dos compradores, mas os produtores seguem com a estratégia de reter as ofertas ingressantes na colheita da safrinha. Este fator deve garantir suporte às cotações. No cenário internacional a Bolsa de Chicago opera com preços estáveis.

     Ontem (30), o mercado brasileiro de milho manteve preços firmes mais uma vez. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Paulo Molinari, apesar do momento ser de evolução da colheita da safrinha, há muita procura e os produtores estão pouco dispostos a vender no momento. “O fechamento da ponte com o Paraguai complica um pouco o abastecimento vindo desta origem”, também indica o consultor.

     No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 51,00/53,00 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), preço em R$ 50,00/52,00 a saca.

     No Paraná, a cotação ficou em R$ 46,50/47,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 50,00/51,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 51,50/53,00 a saca.

     No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 51,00/52,50 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 44,00/45,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 42,50 – R$ 43,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 39,00/41,00 a saca em Rondonópolis.

CHICAGO

* A posição setembro opera com estabilidade, cotada a US$ 3,15 3/4 por bushel.

* O cereal chegou a ter ganhos mais cedo, refletindo os sinais de demanda aquecidas para o cereal norte-americano, especialmente por parte da China. O sentimento de clima favorável às lavouras do país, contudo, segue pesando e fez com que o cereal perdesse força, chegando ao intervalo com preços estáveis

* Ontem (30), os contratos de milho com entrega em setembro fecharam a US$ 3,15 3/4, com alta de 0,25 centavo, ou 0,07%, em relação ao fechamento anterior.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra valorização de 0,52%, cotado a R$ 5,186.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai, +0,71%. Tóquio, -2,82%.

* As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, +0,19%; Frankfurt, +0,73%; Londres, -0,3%.

* O petróleo opera com ganhos. Setembro do WTI em NY: US$ 40,26 o barril (+0,85%).

* O Dollar Index registra alta de 0,06%, a 92,97 pontos.

AGENDA

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA