Ações da Ásia fecham em alta com recuperação na China

282
Economia agricola
Economia agricola

     Porto Alegre, 5 de agosto de 2020 – Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam em alta, refletindo os progressos nas negociações de estímulos econômicos nos Estados Unidos e sinais de recuperação na China depois dos impactos da pandemia do novo coronavírus.

     O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China caiu para 54,1 pontos em julho, de 58,4 pontos em junho, mas permaneceu em território expansionista. O setor responde pela maioria da economia chinesa.

     Os dados apontam “para uma recuperação rápida e continuada do setor de serviços uma vez que a pandemia doméstica de covid-19 foi amplamente controlada”, disse o economista sênior do grupo Caixin Insight, Wang Zhe. Além disso, uma autoridade do Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) projetou um crescimento de 2% no país para 2020.

     Além disso, “as relações entre Estados Unidos e China estarão em foco, com os dois lados anunciando uma possível reunião até o meio do mês para discutir o acordo comercial da fase 1”, de acordo com analistas do ING, em relatório.

     “Os investidores também estarão monitorando o progresso com o estímulo fiscal proposto nos Estados Unidos, com os parlamentares esperando entregar um acordo até o final da semana”, disseram eles, citando que o mercado também monitora a evolução dos casos de covid-19.

     Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices

asiáticos:

     Nikkei 225 (Tóquio): -0,26%, 22.514,85 pontos

     Hang Seng (Hong Kong): +0,62%, 25.102,54 pontos

     Xangai Composto (Xangai): +0,17%, 3.377,56 pontos

     Kospi (Seul): +1,40%, 2.311,86 pontos

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA