Banco Central do Reino Unido prevê queda de 9,5% no PIB de 2020

253

     Porto Alegre, 6 de agosto de 2020 – O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), previu hoje, em seu Relatório de Política Monetária, que o PIB britânico deve encolher 9,5% este ano, com um avanço de 9% no ano que vem e de 3,5% em 2022, depois da alta de 1,5% em 2019.

     O BoE acredita que o PIB deve encolher 20% no segundo trimestre deste ano, mas indicadores sugerem que os gastos da família se recuperaram desde abril. Já os investimentos das empresas seguem fracos e o emprego caiu com a pandemia, mas a queda tem sido reduzida com o apoio de esquemas temporários do governo.

     “O PIB não deve ultrapassar seu nível no quarto trimestre de 2019 até o final de 2021, refletindo em parte a capacidade de oferta persistentemente mais fraca”, diz o BoE, acrescentando que os riscos às perspectivas estão

inclinados para o lado negativo.

      Com relação aos preços, a taxa de inflação de cair ainda mais abaixo da meta de 2% e da média em torno de 0,25% no final do ano, refletindo amplamente os efeitos diretos e indiretos da covid-19, chegando à 1,75% em 2021 e retornando à meta em 2022. Em 2019, a taxa estava em 1,5%.

    “O Comitê continuará acompanhando de perto a situação e está pronto para ajustar a política monetária de acordo com suas atribuições”, diz. “O MPC manterá sob revisão a gama de ações que podem ser tomadas para alcançar seus objetivos”. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA