Mercado de café deve iniciar semana com preços pressionados

75

     Porto Alegre, 10 de agosto de 2020 – A movimentação inicia em ritmo moderado nesta semana para o café no mercado brasileiro. Nova York tem leve baixa e o dólar ganhos moderados. Com isso, os agentes mostram cautela em negociar.

    O mercado teve uma sexta-feira de preços mais baixos. A queda do arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o arábica pressionou as cotações no país. Com a volatilidade na Bolsa de NY, o dia foi de comercialização regionalizada, sem o mesmo volume de dias anteriores.

    No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação ficou em R$ 585,00/590,00, contra R$ 595,00/600,00 a saca do dia anterior. No cerrado mineiro, arábica bebida dura com 15% de catação teve preço de R$ 590,00/595,00 a saca a saca, contra R$ 595,00/600,00 a saca de ontem

    Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 400,00/405,00 saca, contra R$ 410,00/415,00 anteriormente. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 375,00/380,00 a saca, contra R$ 378,00/385,00 de ontem.

FUNCAFÉ

* A liberação dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) aos agentes financeiros, na safra 2020, chegou a R$ 1,523 bilhão até ontem, 6 de agosto. A informação foi apurada pelo Conselho Nacional do Café (CNC) junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), como destaca o balanço semanal do CNC, divulgado pela assessoria de comunicação da entidade.

* O montante liberado às instituições representa 37,2% do total contratado por bancos e cooperativas de crédito junto ao Fundo no ciclo cafeeiro atual, que soma R$ 4,095 bilhões até o momento. Para a safra 2020, o Funcafé disponibiliza um total de R$ 5,710 bilhões.

* Do volume repassado até agora, R$ 706,4 milhões foram destinados à

Comercialização, o que corresponde a 30,7% do disponibilizado para esta linha R$ 382,4 milhões para Custeio (23,9%); R$ 243,1 milhões ao Financiamento para Aquisição de Café – FAC (21,1%); e R$ 190,9 milhões para Capital de Giro (29,4%).

NOVA YORK

* Os contratos com entrega em dezembro registram desvalorização de 0,4% na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE), cotados a 117,50 centavos de dólar por libra-peso.

* A posição dezembro fechou na sexta-feira a 117,90 centavos de dólar por libra-peso, com queda de 1,05 centavo, ou de 0,9%.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra valorização de 0,09%, cotado a R$ 5,417.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai, +0,75%. Tóquio,

feriado.

* As principais bolsas na Europa operam em alta. Paris, +0,42%; Frankfurt,

+0,18%; Londres, +0,32%.

* O petróleo opera com ganhos. Setembro do WTI em NY: US$ 41,78 o barril

(+1,38%).

* O Dollar Index registra alta de 0,09%, a 93,52 pontos.

AGENDA

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

– Balança comercial da 1 semana de agosto – Ministério da Economia, 15hs.

– Condições das lavouras norte-americanas – USDA, 17hs.

– Resultado financeiro da Cosan.

—-Terça-feira (11/08)

– Reino Unido:  A taxa de desemprego do trimestre até junho será publicada às 5h30 pelo departamento de estatísticas.

– O BC divulga às 8h a ata da reunião mais recente do Comitê de Política Monetária (Copom).

– Atualização da estimativa para a safra brasileira de grãos em 2019/20 – Conab, 9hs.

– Levantamento Sistemático de Produção Agrícola de julho – IBGE, 9hs.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

– EUA: O índice de preços ao produtor de julho será publicado às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

—–Quarta-feira (12/08)

– Reino Unido: A balança comercial de junho será publicada às 3h pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido: A leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre de 2020 será publicada às 3h pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido: O índice de produção industrial de junho será publicado às 3h pelo departamento de estatísticas.

– Eurozona:  A produção industrial de junho será publicada às 6h pela Eurostat.

– EUA: O índice de preços ao consumidor de julho será publicado às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

– Relatório de oferta e demanda mundial e dos Estados Unidos para soja, milho, trigo, algodão e arroz de agosto – USDA, 13hs.

– Resultado financeiro da BRF.

—–Quinta-feira (13/08)

– Alemanha:  A versão revisada do índice de preços ao consumidor de julho será publicada às 3h pelo Destatis.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (14/08)

– China: A produção industrial de julho será publicada na noite anterior pelo departamento de estatísticas.

– Eurozona: A segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) de segundo trimestre de 2020 será publicada às 6h pelo Eurostat.

– Eurozona: A taxa de desemprego do segundo trimestre será publicada às 6h pela Eurostat.

– Eurozona: A balança comercial de junho será publicada às 6h pela Eurostat.

– EUA: Os dados sobre a produção industrial em julho serão publicados às 10h15 pelo Federal Reserve.

– A FGV divulga às 8h os dados do Indice Geral de Preços – 10 (IGP-10) referentes a agosto.

– O BC divulga às 9h o índice de atividade econômica (IBC-Br) referente a junho.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA