Mercados repercutem novas projeções para safras de trigo no Brasil e no mundo

116

Porto Alegre, 14 de agosto de 2020 – A meteorologia indica possibilidade de clima mais frio sobre as lavouras de trigo nas próximas semanas. Isso favorece a formação de geadas. Nas fases mais avançadas do desenvolvimento, as plantas ficam mais suscetíveis a danos pela intempérie. É o caso das lavouras do Paraná.

Na Argentina, assim como no Rio Grande do Sul, os percentuais de lavouras suscetíveis a perdas são pequenos. No país vizinho, os produtores se mantêm atentos ao clima que ainda segue seco, podendo afetar as produtividades, caso as condições não mudem no decorrer das próximas semanas. Conforme o analista de SAFRAS & Mercado, Jonathan Pinheiro, vale ressaltar, também, que as fases de evolução no Paraguai são equivalentes ao estado paranaense, podendo ter danos à cultura caso também sejam atingidas por geadas.

Conab e IBGE

A produção brasileira de trigo foi estimada em 6,832 milhões de toneladas pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), 8,2% acima do projetado em julho. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) projeta a safra nacional em 7,4 milhões de toneladas, 6% acima do mês passado. A região sul deve responder por 91% da safra brasileira, sendo 50% no Paraná e 38,8% no Rio Grande do Sul.

Paraná

O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, informou, em seu relatório semanal, as lavouras tiveram uma piora no quadro de desenvolvimento ao longo da semana. Nesse momento, 83% das lavouras de trigo do estado estão em boas condições, 14% em situação média e 3% em condições ruins. As lavouras se dividem entre as fases de crescimento vegetativo (29%), floração (30%), frutificação (33%) e maturação (8%).

O plantio da safra 2020 de trigo do estado foi estimado em 1,133 milhão de hectares, contra 1,028 milhão de hectares em 2019, alta de 10%.

A produção deve ficar em de 3,686 milhões de toneladas, 72% acima das 2,141 milhões de toneladas colhidas na temporada 2019. A produtividade média é estimada em 3.252 quilos por hectare, acima dos 2.205 quilos por hectare registrados na temporada 2019.
Rio Grande do Sul

As lavouras de trigo do Rio Grande do Sul têm ótimo desenvolvimento. Segundo boletim semanal da Emater/RS, 11% estão na fase de floração e 89% ainda estão em desenvolvimento vegetativo ou germinação. O desenvolvimento está 1 ponto percentual atrasado em relação à média dos últimos cinco anos. Em igual momento do ano passado, 12% das lavouras já estavam em floração.

Os dias secos, bastante ensolarados e com grande amplitude térmica, aliados às boas condições de umidade no solo, propiciaram ótimo desenvolvimento da cultura.

USDA

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) indicou uma alta nos estoques globais ao final de 2020/21 acima da esperada pelo mercado. Além disso, a projeção de consumo mundial de trigo nesta temporada foi reduzida. Nos Estados Unidos, houve aumento da expectativa de produção acima do previsto pelo mercado. Por outro lado, os estoques finais norte-americanos sofreram um corte significativo, enquanto o mercado projetava uma leve alta.

A safra mundial de trigo em 2020/21 é estimada em 766,03 milhões de toneladas, contra 769,31 milhões de toneladas em julho. Os estoques finais globais em 2020/21 foram estimados em 316,79 milhões de toneladas, acima das 314,84 milhões de toneladas estimadas no mês passado. O mercado esperava 313,5 milhões de toneladas. O consumo global em 2020/21 está estimado em 750,14 milhões de toneladas, contra 751,59 milhões de toneladas julho e 747,15 milhões de toneladas em 2019/20.

A safra 2020/21 do cereal nos Estados Unidos é estimada em 1,838 bilhão de bushels, contra 1,824 bilhão em julho. O mercado esperava 1,832 bilhão de bushels. Para a safra 2019/20, a produção estadunidense ficou em 1,92 bilhão de bushels. Os estoques finais do país em 2020/21 foram projetados em 925 milhões de bushels, contra 942 milhões em julho e 1,044 bilhão de bushels em 2019/20. O mercado esperava 946 milhões de bushels.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA