Ações da Ásia fecham mistas; temor de nova onda de covid-19 pesa

97

     Porto Alegre, 18 de agosto de 2020 – Os principais índices do mercado de ações asiático fecharam mistas, com avanços no setor de tecnologia e, por outro lado, refletindo o aumento de tensões globais e temores por mais uma onda de propagação do novo coronavírus.

     A Bolsa de Seul caiu mais de 2% e liderou as perdas na região, refletindo preocupações dos investidores com o aumento de casos do novo coronavírus na Coreia do Sul. As ações de varejo e companhias aéreas puxaram as baixas.

     Além disso, pesam no sentimento do investidor as renovadas tensões entre Pequim e Washington e as incertezas sobre o novo pacote de estímulo fiscal norte-americano.

     “A escalada das tensões entre Estados Unidos e China limitaram os ganhos, no entanto, uma vez que os Estados Unidos impuseram restrições ao acesso da Huawei a importantes chips de computador. Enquanto isso, os legisladores dos Estados Unidos continuam em desacordo com o estímulo planejado, o que significa que os gastos fiscais adicionais provavelmente serão adiados para setembro”, segundo analistas do ING, em relatório.

     Por outro lado, “o sentimento do mercado foi impulsionado um pouco pelos ganhos em empresas de tecnologia selecionadas”, de acordo com os analistas. Na Bolsa de Xangai, os papéis de consumo e saúde puxaram os ganhos, com notícias de avanços em vacinas contra covid-19.

     Confira abaixo a variação e a pontuação de fechamento dos índices asiáticos:

     Nikkei 225 (Tóquio): -0,20%, 23.051,08 pontos

     Hang Seng (Hong Kong): +0,08%, 25.367,38 pontos

     Xangai Composto (Xangai): +0,36%, 3.451,09 pontos

     Kospi (Seul): -2,46%, 2.348,24 pontos

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA