Café fecha em alta acentuada em NY com queda em estoques e temor com frio

116

: NY fecha em alta acentuada com queda em estoques e temor com frio

     Porto Alegre, 18 de agosto de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta terça-feira com preços acentuadamente mais altos.

     As cotações dispararam no dia diante da contínua queda nos estoques certificados da bolsa de Nova York, hoje nos menores patamares em quatro anos. O dado sugere escassez da oferta, sobretudo de cafés arábicas de qualidade superior no mercado. Além disso, o mercado teve uma sessão de cautela com as previsões de chegada de uma massa de ar polar sobre o cinturão cafeeiro do Brasil mais para o final da semana.

     Não há maiores riscos de geadas, mas a massa de ar polar gera um movimento natural de cautela dos especuladores e fundos, temerosos de que o clima afete as lavouras com vistas à produção futura brasileira.

     Os estoques certificados de café nos armazéns credenciados da Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) na posição de 17 de agosto de 2020 estavam em 1.368.340 sacas de 60 quilos, com

queda de 21.552 sacas em relação ao dia anterior. Ao final de 2019, como comparação, os estoques estavam em 2.032.149 sacas. Ou seja, o volume até aqui no ano já caiu 32,7%, praticamente um terço de queda.

     Os contratos com entrega em setembro fecharam o dia a 119,30 centavos de dólar por libra-peso, com valorização de 3,75 centavos, ou de 3,2%. A posição dezembro fechou a 121,05 centavos, com alta de 3,60 centavos, ou de 3,1%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA