Ações da Europa fecham em alta com apoio dos EUA a vacina britânica

59

     Porto Alegre 24 de agosto de 2020 – Os principais índices do mercado de ações europeu encerraram o primeiro pregão da semana em campo positivo com o desenvolvimento de tratamentos contra o o covid-19 nos Estados Unidos, assim como a queda de casos no país.

     “O desenvolvimento de tratamentos se mantém no foco das atenções do mercado em todo o mundo. Os investimentos do governo norte-americano na vacina britânica da empresa AstraZeneca significam que um tratamento da doença pode ser antecipado, o que motiva os índices”, afirmam analistas do ING.

     A administração do presidente norte-americano, Donald Trump, está considerando acelerar uma vacina experimental contra o coronavírus desenvolvida no Reino Unido para uso nos Estados Unidos antes das eleições presidenciais do país, de acordo com um relatório do Financial Times.

     Apesar disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que faltam evidências que comprovem que o tratamento com plasma convalescente no tratamento de pacientes com covid-19 é eficaz ou seguro, recomendando seu uso como terapia experimental.

     “Os ensaios foram relativamente pequenos e os resultados em alguns casos apontam para algum benefício, mas não foram conclusivos. Temos monitorado isso e fazemos metanálises e revisões sistemáticas contínuas para saber se as evidências estão mudando ou para onde apontando e, no momento, ainda é uma evidência de qualidade muito baixa”, disse a cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, em coletiva de imprensa.

     A Food and Drug Administration (FDA, equivalente a Anvisa no Brasil) aprovou ontem nos Estados Unidos o uso de plasma convalescente para tratar pacientes com covid-19. Segundo o governo do presidente norte-americano, Donald Trump, esse tratamento reduz a taxa de mortalidade pelo novo coronavírus em 35%.

     Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus na hora do fechamento:

     FTSE-100 (Londres): +1,71%, 6.104,73 pontos

     DAX-30 (Frankfurt): +2,36%, 13.066,54 pontos

     CAC-40 (Paris): +2,28%, 5.007,89 pontos

     FTSE MIB (Milão): +2,12%, 20.113,36 pontos

     IBEX-35 (Madri): +1,82%, 7.109,10 pontos

     SMI-20 (Zurique): +0,60%, 10.302,50 pontos

     PSI-20 (Lisboa): +1,95%, 4.428,79 pontos 

     Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA