Café fecha em alta acentuada em NY com compras de fundos, testando US$ 1,30

116

     Porto Alegre, 31 de agosto de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta segunda-feira com preços acentuadamente mais altos.

     A sessão foi de ampla volatilidade, com NY operando em ambos os territórios, ora em baixa, ora em alta. Em parte do dia, o mercado apresentou perdas com realização de lucros após as recentes altas. Entretanto, o mercado reagiu fortemente na última metade do pregão, com compras de fundos e de especuladores acelerando os ganhos.

     O mercado reagiu e testou a importante linha técnica e psicológica de US$ 1,30 a libra-peso. O foco já está na safra 2021 do Brasil, que será menor dentro do ciclo bienal da cultura, o que é fator de suporte aos preços. Como fator altista, também é indicada a queda nos estoques certificados da bolsa nova-iorquina.

     Porém, o mercado reduziu um pouco os ganhos ao final da sessão, não conseguindo superar a resistência em US$ 1,30 para o contrato dezembro.

     No balanço de agosto, NY acumulou alta de 6,1% para o contrato dezembro.

     Os contratos com entrega em dezembro fecharam o dia a 129,05 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 2,70 centavos, ou de 2,1%. A posição março/2021 fechou a 129,80 centavos, com valorização de 2,45 centavos, ou de 1,9%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA