Chicago sobe mais de 1% e deve contribuir para firmeza na soja

72

     Porto Alegre, 31 de agosto de 2020 – Com Chicago subindo bem e dólar também em alta, o mercado brasileiro de soja deve permanecer com preços em patamares históricos e com poucos negócios. A falta de oferta e a necessidade dos compradores completam o quadro positivo para as cotações.

     Com Chicago batendo na casa de US$ 9,50 por bushel, os preços da soja voltaram a subir em algumas regiões do Brasil na sexta. Rumores indicam recompra a até R$ 140,50 no interior do Rio Grande do Sul.

     Houve mais um dia de poucos negócios. Em algumas praças, as cotações até recuaram, seguindo a forte queda do dólar. Mas a tendência de aumento na recompra nos próximos dias para se consolidar. “Vendedores estão pagando multa de quebra de contrato para aproveitar os preços atuais e as tradings estão vendendo para as indústrias”, aponta o analista de SAFRAS & Mercado, Evandro Oliveira.

     Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 138,00 para R$ 140,00. Na região das Missões, a cotação aumentou de R$ 138,00 para R$ 139,00. No porto de Rio Grande, o preço avançou de R$ 135,50 para R$ 137,50.

     Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 132,00 para R$ 131,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca recuou de R$ 136,00 para R$ 135,00.

     Em Rondonópolis (MT), a saca seguiu em R$ 132,00. Em Dourados (MS), a cotação baixou de R$ 135,00 para R$ 134,00. Em Rio Verde (GO), a saca estabilizou em R$ 129,00.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em novembro registram alta de 1,31%, cotado a US$ 9,63 por bushel.

* A oleaginosa é impulsionada pelo clima seco em partes do cinturão produtor norte-americano, fato que pode reduzir o potencial produtivo das lavouras. O grão chegou a atingir o melhor patamar em mais de dois anos, desde junho de 2018.

PREMIOS

* O prêmio em Paranaguá para setembro ficou em170 a 195 pontos acima de Chicago. Para outubro, o prêmio é de 155 a 175 pontos acima.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra valorização de 0,25%, cotado a R$ 5,430.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam em baixa. Xangai, -0,24%. Tóquio, +1,12%, sendo a exceção.

* As principais bolsas na Europa operam mistas. Paris, +0,26%; Frankfurt, +0,14%; Londres, feriado.

* O petróleo opera com ganhos. Outubro do WTI em NY: US$ 43,39 o barril (+0,97%).

* O Dollar Index registra baixa de 0,14%, a 92,25 pontos.

AGENDA

– Reino Unido: A bolsa de Londres permanece fechada devido a um feriado.

– Boletim Focus será divulgado pela manhã pelo Banco Central.

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12hs.

– Condições das lavouras norte-americanas – USDA, 17hs.

—-Terça-feira (1/09)

– Japão: A taxa de desemprego de julho será publicada na noite anterior pelo Ministério de Assuntos Internos e Comunicação.

– Alemanha:  A taxa de desemprego de agosto será publicada às 4h55 pela agência federal de emprego.

– Eurozona:  A leitura preliminar do índice de preços ao consumidor de agosto será publicada às 6h pela Eurostat.

– Eurozona:  A taxa de desemprego de julho será publicada às 6h pela Eurostat.

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre as contas nacionais e o Produto Interno Bruto (PIB) referentes ao segundo trimestre de 2020.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

– Balança comercial de agosto – Ministério da Economia, 15hs.

—–Quarta-feira (2/09)

– Eurozona:  O índice de preços ao produtor de julho será publicado às 6h pela Eurostat.

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o índice de preços ao produtor eferentes a julho.

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30min pelo Departamento de Energia (DoE).

– EUA: O Livro Bege, relatório com uma avaliação da situação econômica, será publicado às 15h pelo Federal Reserve.

—–Quinta-feira (3/09)

– Estimativa para a safra mundial de grãos – AMIS/FAO, no início do dia.

– O IBGE divulga às 9h os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Industrial referentes a julho.

– EUA: O resultado da balança comercial de julho será publicado às 9h30 pelo Departamento do Comércio.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (4/09)

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a agosto serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Produção, vendas e exportações de máquinas agrícolas em agosto – Anfavea, 10hs.

– Atualização da estimada de produção de soja 2020/21 – SAFRAS, 12hs.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA