Grupo Vittia anuncia aquisição da Vitória Fertilizantes

130

     Porto Alegre, 09 de setembro de 2020 – O Grupo Vittia, empresa brasileira de fertilizantes especiais, inoculantes e defensivos biológicos com 50 anos de atuação, acaba de adquirir a Vitória Fertilizantes, companhia mineira de fertilizantes organominerais a base de resíduos orgânicos, e com isso duplica a sua participação no fornecimento destes insumos, consolidando-se como referência na tecnologia. A aquisição é parte da estratégia de crescimento do Grupo, que obteve um crescimento de 70% em seu faturamento nos últimos quatro anos.

     Com essa aquisição, o Grupo Vittia dá um salto importante no desenvolvimento de novos fertilizantes organominerais. “A Vitória possui mais de uma década de profundo conhecimento na produção de fertilizantes organominerais e nutrição de plantas, que agora se une à experiência do Grupo Vittia para trazer ao produtor brasileiro o que há de mais moderno neste segmento”, afirma o engenheiro agrônomo José Roberto Pereira de Castro, diretor de Marketing do Grupo Vittia. “Com isso, seguimos em nossa estratégia de fortalecimento a partir de aquisições que trazem cada vez mais inovação, tecnologia e sustentabilidade para o agronegócio brasileiro”, reforça o executivo.

     Estão incluídas na aquisição as operações fabris da Vitória Fertilizantes, localizada no município de Patos de Minas (MG), que conta com uma moderna estrutura de 70 mil m2. A unidade possui capacidade produtiva superior a 10 mil toneladas de fertilizantes/mês, estando preparada para mais do que dobrar a produção atual com os novos negócios.

A aquisição traz um novo processo de desenvolvimento de fertilizantes organominerais para o Grupo Vittia. A Vitória Fertilizantes consegue transformar, através de processos biológicos, resíduos da produção vegetal e animal (Composto de Barn) em materiais orgânicos de qualidade agronômica, que são enriquecidos com nutrientes para fornecer ao produtor rural um fertilizante de elevada eficiência.

     Outro grande diferencial é que as formulações produzidas nesta unidade são disponibilizadas fareladas ou peletizadas, atendendo às tecnologias de aplicação de fertilizantes na maior parte das culturas agrícolas e produtores rurais com eficiência operacional.

     Além da fábrica, está sendo adquirido um moderno laboratório de análise de solo e tecido foliar. Nele é possível detectar exatamente qual a necessidade da lavoura e recomendar a melhor fórmula e dose de fertilizantes para alcançar maior produtividade.

     Une-se também ao Grupo Vittia, todo patrimônio intelectual e de pessoas da Vitória Fertilizantes liderado pelo seu atual diretor Alisson Marques Fernandes. E cerca de 300 novos clientes passam a fazer parte da carteira do Grupo.

     “A chegada da Vitória Fertilizantes junto com todo seu time e tecnologia sustentável é parte da estratégia de crescimento do Grupo Vittia, adotando as políticas de melhores práticas ambientais, sociais e de governança – ESG. Com isso também, evidenciamos a importância de fomentar insumos que estimulam a economia circular, dentro de nossos objetivos”, complementa Castro.

     A produção de bioinsumos é a chave para o agronegócio do futuro. Tamanha a sua importância, o Governo Federal contemplou no novo Plano Safra 2020/21 o fomento aos bioinsumos, com foco na nutrição de plantas e no controle de pragas e doenças. “Diante da representatividade do agronegócio brasileiro, a produção nacional de biotecnologia e fertilizantes organominerais otimiza os custos de produção e amplia a oferta aos agricultores, os maiores beneficiados com avanços no setor, além de contribuir com o meio ambiente ao utilizar fontes renováveis para sua fabricação”, ressalta Castro.

     Ampliação do portfólio de fertilizantes organominerais de alta eficiência

     A aquisição possibilita ampliar a oferta de produtos do Grupo Vittia no mercado. Quanto maior a adoção de tecnologia pelo produtor, significa mais estabilidade no sistema de produção e, consequentemente, aumento de produtividade no campo. A integração dos portfólios permitirá uma entrega muito mais completa de tecnologias.

     Com esta tecnologia, são disponibilizados nutrientes para as plantas e matéria orgânica balanceada de qualidade que atuam na fertilidade do solo nos pilares químicos, físicos e biológicos. “Essa aplicação faz frente aos fertilizantes convencionais do mercado que trabalham apenas o pilar químico da fertilidade”, explica o diretor Alisson Marques Fernandes.

     Além de utilizar material orgânico do próprio sistema de produção, esta tecnologia eleva o aproveitamento das principais fontes de nutrientes (nitrogênio, fósforo e potássio), colaborando para o uso racional dessas fontes que dependem de recursos não-renováveis para sua produção.

     “Ao longo dos últimos anos temos trabalhado em aquisições que dão robustez aos nossos negócios. Em 2019, essas aquisições contribuíram com mais de 20% do nosso faturamento. Com essa parceria, além de dobrar a participação no segmento, incorporamos a tecnologia de produção de fertilizantes organominerais por meio de resíduos agrícolas e a fabricação de produtos peletizados. Assim, aumentamos o espectro de culturas e agricultores que se beneficiarão destas soluções”, complementa o executivo José Roberto Pereira de Castro.

     A Vitória Fertilizantes tem como forte característica o desenvolvimento de tecnologias baseado em comprovações científicas, tendo o desenvolvimento da linha de fertilizantes organominerais contado com a participação de pesquisadores de importantes instituições como a Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Sobre o Grupo Vittia

     O Grupo Vittia, empresa brasileira de biotecnologia e insumos agrícolas, está presente há 50 anos no país com a missão de permitir aos produtores, ganhos de rentabilidade por área e melhoria do balanço socioambiental, entregando excelência em produtos e serviços para a agricultura.

   Sempre expandindo sua atuação a favor do agronegócio por meio de pesquisa, tecnologia e desenvolvimento, o Grupo, dedicado à produção de insumos de alta tecnologia para a agricultura, conta com diversos produtos nas linhas de inoculantes, adjuvantes, acaricidas, condicionadores de solo, defensivos biológicos, fertilizantes foliares, fertilizantes organominerais, micronutrientes granulados para solo e sais para a agricultura e pecuária.

    Atuando por meio das marcas Vittia, Biosoja, Samaritá, Biovalens e Vitória Fertilizantes, o Grupo possui sete unidades industriais localizadas em São Joaquim da Barra (2), Serrana, Ituverava e Artur Nogueira, no estado de São Paulo, e em Uberaba e Patos de Minas, no estado de Minas Gerais. Atualmente, conta com cerca de 880 colaboradores entre equipes administrativas, de produção e no campo. Comprometido com os princípios da sustentabilidade, o Grupo visa criar valor por meio da inovação e ampliação de negócios com aquisições estratégicas no mercado.

     Em 2019 obteve vendas de R$ 479 milhões no Brasil. Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento somam R$ 14 milhões, contribuindo para trazer cada vez mais inovações sustentáveis ao agronegócio.Para mais informações acesse http://www.vittia.com.br e acompanhe nossas redes sociais em: www.youtube.com/grupovittia; Instagram @grupovittia; www.linkedin.com/company/grupo-vittia; www.facebook.com/grupovittia/

     As informações partem da assessoria de imprensa do Grupo Vittia.

Revisão: Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA