Ações caem 3% na Europa com temor por novos bloqueios

96


     São Paulo, 21 de setembro de 2020 – Os principais índices do mercado de ações europeu fecharam em queda de 3%, refletindo o temor de que o avanço de casos no novo coronavírus na região pode levar a novos bloqueios nacionais. O setor de viagens e lazer lideraram as perdas, assim como o segmento bancário. 

     “O medo de um bloqueio em Londres atingiu o mercado de ações”, disse o analista da CMC Markets, David Madden. “A perspectiva de redução geral da atividade econômica devido a um potencial reintrodução de restrições mais rígidas prejudicou todos os setores”, com quedas maiores em viagens e lazer.

     “O setor de viagens foi abalado pela emergência de saúde. As recentes regras de autoquarentena acabaram com o sentimento e agora a conversa de um bloqueio em Londres atingiu a indústria novamente”, de acordo com o analista.

     Os papéis da IAG, dona da British Airways e Iberia, caíram quase 12% na Bolsa de Londres, para seu menor nível em oito anos. As ações do setor europeu de viagens e lazer fecharam em queda de 5,2%, segundo o índice Stoxx 600.

     Já as ações do setor de bancos tiveram queda de 5,69%, após relatos de que os bancos HSBC e Standard Chartered e outros moveram fundos suspeitos de serem ilícitos ao longo de quase duas décadas, apesar das bandeiras vermelhas sobre suas origens.

     Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus após o fechamento:

    FTSE-100 (Londres): -3,38%, 5.804,29 pontos

    DAX-30 (Frankfurt): -4,37%, 12.542,44 pontos

    CAC-40 (Paris): -3,74%, 4.792,0 pontos

    FTSE MIB (Milão): -3,75%, 18.793,35 pontos

    IBEX-35 (Madri): -3,43%, 6.692,30 pontos

    SMI-20 (Zurique): -2,01%, 10.327,00 pontos

    PSI-20 (Lisboa): -2,22%, 4.158,14 pontos 

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2020 – Grupo CMA