Café esboça reação em NY, mas cai com fatores técnicos pela 7ª vez seguida

68

     Porto Alegre, 22 de setembro de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações desta terça-feira com preços mais baixos.

     O mercado esboçou uma recuperação e teve ganhos em parte do dia, tentando reagir após as perdas acumuladas recentemente. Porém, perdeu forças e tornou a cair completando, assim, sete sessões seguidas de baixas. As cotações foram pressionadas por aspectos técnicos e pela alta do dólar contra outras moedas, além das indicações de chuvas favoráveis à abertura de floradas no Brasil, que vão resultar na safra do próximo ano.

     As cotações caíram testando patamares mais baixos e o mercado bateu na mínima do dia para dezembro em 110,35 centavos de dólar por libra-peso, muito próximo de testar o patamar de US$ 1,10 a libra-peso. Com o sentimento de um clima mais favorável para as floradas no Brasil, os fundos vão desmontando sua carteira comprada.

     Os contratos com entrega em dezembro fecharam o dia a 110,65 centavos de dólar por libra-peso, com queda de 1,35 centavo, ou de 1,2%. A posição março/2021 fechou a 112,45 centavos, com baixa de 1,40 centavo, ou de 1,2%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA