Açúcar sobe quase 3% em Nova York com correção técnica

146

    Porto Alegre, 29 de setembro de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures US) para o açúcar bruto encerrou o pregão eletrônico com cotações em forte alta.

     O mercado avançou com correção técnica após as perdas registradas na sessão da segunda-feira, ignorando fatores negativos, como o recuo nas cotações internacionais do petróleo e a depreciação da moeda brasileira.

     Ontem, os futuros do açúcar caíram mais de 3,4%, após avançarem nas intradiárias para 13,62 centavos de dólar por libra-peso na posição março, máxima de um mês.

     Conforme operadores ouvidos pela Reuters, os futuros do açúcar bruto vêm sendo puxados em setembro (com ganhos acumulados de cerca de 7%) principalmente pelo fato dos fundos de investimento continuarem a expandir uma já larga carteira comprada.

     Do lado fundamental, expectativas de que a produção na Tailândia, o segundo maior exportador global, possa cair ainda mais em 2020/21 devido a uma menor disponibilidade de cana também dão sustentação.

     Ao mesmo tempo, o foco dos investidores se volta para a expiração da posição outubro, que ocorre nesta quarta-feira, com um grande volume de entregas físicas sendo esperado.

    Os contratos com entrega em março/2021 encerraram o dia a 13,42 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 0,37 centavo (2,8%) em relação ao fechamento anterior. A mínima do dia foi de 12,93 centavos, e a máxima chegou a 13,53 centavos.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA