Sem chuvas, plantio de soja ainda não iniciou em Nova Mutum (MT)

795

     Porto Alegre, 7 de outubro de 2020 – Sem chuvas, o plantio de soja ainda não começou em Nova Mutum (MT), no médio-norte do Mato Grosso. Segundo o engenheiro agrônomo da Jatobá Planejamento e Consultoria Agronômica, Fernando Gazola, que concedeu entrevista exclusiva à Agência SAFRAS, quem arriscou plantar “no seco”, perdeu tudo. “Além da falta de chuvas, o calor é intenso, com temperaturas de 41, 42 e até 43 graus”, acrescenta.

     Conforme o entrevistado, municípios localizados a 200 km ou 300 km de Nova Mutum recebem precipitações. “Mas aqui não chove nada”, lamenta. “Agora, há previsão de chuvas para os dias 9, 10 e 11 de outubro, mas vamos esperar para ver se confirmam”, pondera.

     No ano passado, nesta mesma época, a semeadura chegava a aproximadamente 10% da área. “Muitos produtores encerraram os trabalhos entre os dias 15 e 20 de outubro”, lembra Gazola. Ainda de acordo com o entrevistado, o retardamento no início do plantio não deve atrasar o término dos trabalhos, mas deve concentrar a colheita. A área plantada deve superar 400 mil hectares em Nova Mutum.

     Segundo a última estimativa de SAFRAS & Mercado, a área em Mato Grosso deve somar 10,21 milhões de hectares em 2020/21, com rendimento médio de 3.480 quilos por hectare. Na temporada passada, foram plantados 9.980 milhões de hectares, com 3.570 quilos por hectare de média. 

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA