Área de soja no Piauí deve crescer de 7 a 10% em 2020/21, diz Aprosoja

971

Porto Alegre, 8 de outubro de 2020 – A área plantada com soja no Piauí deve crescer de 7 a 10% em 2020. Segundo o presidente da Aprosoja-PI, Alzir Pimentel, numa perspectiva otimista, a superfície pode crescer até 15% na comparação com o ano passado, quando totalizou 765 mil hectares.

O crescimento se deve ao forte investimento por parte dos produtores e à abertura de novas áreas. Pimentel ressalta que a cultura ainda é relativamente nova no no estado. O Piauí planta soja desde o início dos anos 2000. Com a abertura de novas áreas nos últimos anos, os produtores ainda têm muito trabalho para adequar o solo às melhores condições de cultivo.

Nesse sentido, os custos de produção devem responder por aproximadamente 85% da safra. A produtividade é esperada em torno de 52 sacas por hectare, enquanto os custos são estimados em 45 sacas por hectare.

“Os produtores estão fortes no investimento, cada vez mais profissionalizados e almejando condições melhores. Isso deve garantir o crescimento de área e de produtividade. Neste ano, a relação de troca ficou bastante interessante. A soja valorizou, principalmente no último mês, em dólar, e alguns insumos decaíram em real. As perspectivas são boas. O que encarece nossa produção são os trabalhos de aragem e correções de solo, visto que são áreas novas”, explicou o dirigente.

Ele observou que praticamente todos os insumos e sementes já foram adquiridos. Além disso, boa parte dos produtores tem bom acesso ao crédito. Alguns estão descapitalizados.

Plantio

A semeadura da safra 2020/21 no Piauí deve ser iniciada após o vazio sanitário, que termina em 15 de outubro. Pimentel observa, porém, que a falta de chuvas recente impede uma melhor condição para o começo dos trabalhos. A janela é prevista para até 15 de dezembro, mas o plantio deve se concentrar no mês de novembro.

“O clima é um fator complexo. É mais fácil prever o mercado do que o clima. Talvez seja um ano de La Niña, que tem influência positiva ou neutra para o nordeste. A expectativa é de um ano regular. O importante é que o produtor atente para plantar no momento correto, que não arrisque e que assegure condições suficientes para a planta germinar e sobreviver no início do desenvolvimento”, comentou.

Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA