Demanda global por petróleo deve subir em 9,4 mi de bpd até 2045 – Opep

380

     São Paulo, 8 de outubro de 2020 – Após o colapso este ano devido à pandemia de covid-19, da demanda global por petróleo  deve se recuperar no médio prazo e aumentar em 4,0 milhões de barris por dia (bpd), para  103,7 milhões de barris por dia (bpd) considerando o período de 2019 a 2025, de acordo com o relatório sobre perspectivas globais para o petróleo divulgado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

     Segundo o documento, no longo prazo, a procura por petróleo no mundo deve subir em 9,4 milhões de bpd em relação a 2019 e alcançar 109,1 milhões de bpd em 2045. Considerando os países de fora da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o aumento deve ser de 22,2 milhões de bpd no período de 2019 a 2045.

     O relatório mostra que os efeitos da pandemia sobre a demanda por petróleo na OCDE exacerbaram ainda mais as divergências com os países que não pertencem ao grupo. Segundo as projeções, a demanda da OCDE deve cair em 1,1 milhão de bpd entre 2019 e 2025, ofuscando parcialmente o crescimento da procura entre os países de fora da organização.

     A demanda nesses países que não fazem parte da OCDE deve subir em 5,1 milhões de bpd entre 2019 e 2025, segundo as previsões da Opep.

     “A demanda global por petróleo crescerá em um ritmo relativamente saudável durante a primeira parte do período de previsão, antes que entre em um período relativamente longo de estabilização durante o segundo

semestre”, diz a Opep.

     Nesse cenário, a India será o país com a maior contribuição para o crescimento da demanda global por petróleo: 6,3 milhões de bpd entre 2019 a 2045, para 11,1 milhões de bpd. Já a China, um dos maiores consumidores de petróleo do mundo, deve demandar 4,0 milhões de bpd a mais entre 2019 e 2045, atingindo 17,1 milhões de bpd.

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2020 – Grupo CMA