Rumo investe R$ 6 bi para dobrar capacidade de transporte cargas em São Paulo

473

Porto Alegre, 19 de outubro de 2020 – O investimento de R$ 6 bilhões que a Rumo Logística fará na Nova Malha Paulista para ampliar a malha ferroviária do estado de São Paulo, aumentará a capacidade de transporte de cargas do estado para 75 milhões de toneladas anuais, das atuais 35 milhões de toneladas por ano, afirmou o diretor presidente da companhia, João Alberto Fernandez de Abreu, durante coletiva ao lado do governador João Doria.

O projeto prevê a realização de duplicações, reativação de trechos inativos e ampliação da malha ferroviária do estado, que beneficiará 72 municípios e deve gerar 134 mil novos empregos.

Segundo o executivo, o projeto atenderá o aumento de 70% da demanda de cargas escoadas pelo agronegócio ao Porto de Santos, estimada em 88,1 milhões de toneladas até 2030, dos atuais 51,6 milhões de toneladas em 2020. “Agradecemos o apoio dos municípios e da concessão de licenças ambientais, que aceleraram o início do projeto”.

Em setembro, a companhia anunciou a renovação, de forma antecipada, da malha Paulista com um total de R$ 5,1 bilhões em pagamentos relacionados a outorgas de concessões ferroviárias obtidas por subsidiárias da companhia e que deveriam ser pagos ao longo de quase 30 anos.

A companhia pagará 70 parcelas trimestrais, sendo a primeira com vencimento em 5 de dezembro deste ano e a última em 5 de março de 2038, totalizando R$ 2,823 bilhões. Já a Rumo Malha Central liquidará antecipadamente 59 parcelas, com vencimentos entre 5 de novembro e 5 de maio de 2035, equivalentes a R$ 2,276 bilhões.

No caso da Malha Paulista, o contrato assinado junto à União em maio previa o pré-pagamento, enquanto no caso da Rumo Malha Central o pagamento antecipado foi acertado em 9 de setembro, também com a União.

As informações são da Agência CMA.

Revisão: Gabriel Nascimento (gabriel.antunes@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA