Banco central da China mantém taxa de juros de referência em 3,85%

348

     Porto Alegre, 20 de outubro de 2020 – O Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) manteve a taxa de juros de referência do país para empréstimos bancários em 3,85% pelo sexto mês consecutivo. As informações são da Agência CMA com a agência de notícias “Dow Jones”.

     A taxa de referência para o crédito a um ano registou a sua última variação em abril, quando o banco central a cortou de 4,05% dos meses de fevereiro e março.

     A taxa de referência para empréstimos de cinco anos – na qual muitas instituições que concedem empréstimos baseiam nas suas taxas hipotecárias – ficou inalterada em 4,65%, no mesmo nível do mês anterior.

     Esta taxa é calculada a partir das contribuições aos preços de vários bancos, incluindo pequenos credores que tendem a ter custos de financiamento mais elevados e exposição mais elevada a empréstimos inadimplentes.

     A mudança na medição, apurada em agosto do ano passado, visa a “refletir melhor as mudanças de mercado para orientar os custos de empréstimos a um nível inferior e, assim, apoiar desta forma a economia real”, segundo a imprensa oficial. As informações são da Agência CMA.

    Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA