Produção de ração animal da Castrolanda deve crescer 12% em 2020

257

     Porto Alegre, 26 de outubro de 2020 – A produção de ração animal nacional deve alcançar no final de 2020 um volume de 80,5 milhões de toneladas, com crescimento de aproximadamente 4% em relação a 2019. Os dados do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações) relacionados ao crescimento do setor, indicam o bom momento das proteínas animais e o desenvolvimento do setor.

     O fato, de acordo com a entidade, se dá por alguns motivos, entre eles os novos mercados que o país tem conquistado para a carne no exterior, assim como, a produção e demanda interna.

     Na Cooperativa Castrolanda a projeção para este ano é que o crescimento seja de 12%. Muito deste resultado se dá devido a inauguração da Unidade de Produção de Leitões (UPL II) em Piraí do Sul/PR e, consequentemente, o crescimento de suínos na cadeia da cooperativa como um todo.

     Com aumento de produção, a Fábrica de Rações da unidade em Castro/PR, está se adequando aos novos volumes. A linha de ração que contava com duas peletizadoras, recebeu um investimento de aproximadamente R$ 770 mil para inserção de mais um equipamento na linha de produção. “O que faz com que a gente consiga atender as demandas do nosso produtor e manter o volume industrializado para nossos clientes. Para efeito explicativo, no ano passado produzimos 167 mil toneladas de ração para suínos. Com essa adequação a nossa estimativa é produzir aproximadamente 204 mil toneladas de rações de suíno até o fim de 2020, sendo 110 mil toneladas para a Castrolanda”, destaca o Coordenador de Produção da Fábrica de Rações, Tasso Roquete. O projeto, já em funcionamento, equalizará a capacidade produtiva da unidade.

     O gestor da área, Mauro Cezar de Faria destaca ainda que os recursos têm sido empregados também em automação, rastreabilidade e controle de qualidade na entrada de matéria-prima e ração. “Nós temos a busca contínua por atualização tecnológica. Faz parte do plano de investimentos da área para aumentar a capacidade de produção para suínos e bovinos. Com isso, conseguimos ampliar a prestação de serviços para atender à necessidade dos produtores e dos parceiros de negócios”, afirma o Gerente.

Nutrição que dá resultado

     Os gastos com nutrição podem representar entre 65% e 80% das despesas na criação. Com isso, a busca é permanente por soluções inovadoras e que tragam resultados aos cooperados e clientes. Há mais de 40 anos produzem produtos de qualidade, com todo suporte nutricional que os animais precisam.  O Cooperado Roelof Rabbers, da Fazenda Onça, utiliza as Rações Castrolanda desde 1978. “Sou fiel aos produtos da Cooperativa. Tenho muita confiança na equipe e estou muito satisfeito com os resultados entregues”.

     “É de total interesse que nossos cooperados e parceiros recebam a ração de melhor qualidade. Não faz sentido entregar um produto que não preze pela excelência. Nós realmente cuidamos para recebam a ração com ótimos níveis nutricionais, ingredientes adequados e de qualidade”, afirma Tasso.

     O grande objetivo é alinhar tecnologia de produção com a otimização dos resultados no campo. “Buscamos cada dia conseguir ser mais competitivos no mercado. O trabalho integrado entre todos os elos da cooperativa é essencial. Isso sempre, alinhado à Cultura Castrolanda e nossos valores que permeiam todos os negócios”, finaliza o gerente. As informações partem do setor de Análise de Comunicação da Castrolanda.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA