Ações fecham em queda forte na Europa com bloqueio parcial na Alemanha

202

     Porto Alegre, 28 de outubro de 2020 – Os principais índices do mercado de ações europeu fecharam em queda 3%, após a Alemanha decretar um bloqueio parcial para conter a propagação do novo coronavírus, enquanto medidas semelhantes podem ser adotadas na França.

     A Bolsa de Franfurt liderou as perdas e caiu mais de 4%, após a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, decretar um bloqueio parcial de um mês, com fechamento de bares e restaurantes em novembro, enquanto escolas, creches e shoppings permanecerão abertos.

     Além disso, há relatos de que um novo bloqueio pode ser decretado na França, na medida em que o país emerge como epicentro da segunda onda de infecções na Europa, com mais de 1 milhão de casos.

     “Quedas muito graves hoje na Europa. O anúncio de um possível confinamento na França acelerou os temores já existentes sobre os efeitos econômicos da epidemia”, de acordo com o analista da Serenity Markets, José Luis Cárpatos.

     “O fato de os Estados Unidos terem jogado a toalha até depois das eleições em relação ao plano de ajuda não ajudou em nada”, acrescentou ele. “A tensão com as eleições nos Estados Unidos também tem uma influência negativa”. As informações são da Agência CMA.

     Confira abaixo a variação e a pontuação dos índices europeus após o fechamento:

    FTSE-100 (Londres): -2,55%, 5.582,80 pontos

    DAX-30 (Frankfurt): -4,17%, 11.560,51 pontos

    CAC-40 (Paris): -3,37%, 4.571,12 pontos

    FTSE MIB (Milão): -4,06%, 17.897,79 pontos

    IBEX-35 (Madri): -2,66%, 6.474,40 pontos

    SMI-20 (Zurique): -2,72%, 9.618,65 pontos

    PSI-20 (Lisboa): -2,23%, 3.888,82 pontos

    Revisão: Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA