Plantio da soja é prioridade e trava mercado doméstico

342

    Porto Alegre, 29 de outubro de 2020 – Com Chicago em leve baixa e dólar em pequena elevação, o mercado brasileiro de soja não deverá apresentar grandes alterações nesta quinta. Os negócios deverão permanecer limitados e os preços regionalizados, mas em patamares firmes e nominais. A evolução do plantio segue no foco das atenções.

     O mercado brasileiro de soja teve mais um dia lento na quarta, mas com alguns lotes trocando de mãos. Os preços oscilaram regionalmente, em dia de extremos: o dólar subiu bem e Chicago caiu com força.

     No total, 50 mil toneladas trocaram de mãos, principalmente no Centro-Oeste. O plantio avançou e o produtor se sentiu mais seguro para vender a soja que tem em mãos, aproveitando os preços recordes.

     Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 170,00 para R$ 173,00. Na região das Missões, a cotação passou de R$ 169,50 para R$ 170,00. No porto de Rio Grande, o preço recuou de R$ 169,00 para R$ 168,00.

     Em Cascavel, no Paraná, o preço aumentou de R$ 172,00 para R$ 177,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca seguiu em R$ 156,00.

      Em Rondonópolis (MT), a saca estabilizou em R$ 176,00. Em Dourados (MS), a cotação baixou de R$ 171,00 para R$ 170,00. Em Rio Verde (GO), a saca saltou de R$ 170,00 para R$ 176,00.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em janeiro registram baixa de 0,28%, cotado a US$ 10,51 3/4 por bushel.

* Mais cedo, o mercado chegou a esboçar uma reação frente ao tombo de ontem. Porém, não se sustentou e reverteu para o território negativo, pressionado pelo aumento de casos do novo coronavírus pelo mundo – e o impacto disto na economia global.

* As exportações líquidas norte-americanas de soja, referentes à temporada 2020/21, com início em 1 de setembro, ficaram em 1.620.700 toneladas na semana encerrada em 22 de outubro. Representa uma retração de 27% frente à semana anterior e um recuo de 35% sobre a média das últimas quatro semanas. A China liderou as importações, com 1.073.900 toneladas.

* Para a temporada 2021/22, são mais 9.000 toneladas. Os analistas esperavam exportações entre 1 milhão e 2 milhões de toneladas. As informações foram divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

PREMIOS

* O prêmio em Paranaguá para novembro ficou em 250 a 300 pontos acima de

Chicago. Para fevereiro, o prêmio é de 123 a 138 pontos acima.

CÂMBIO

* O dólar comercial opera com ganho de 0,17% neste momento, cotado a R$ 5,776.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram mistas. Xangai, +0,11%. Tóquio, -0,37%.

* As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -0,86%; Frankfurt, -0,42%; Londres, -0,18%.

* O petróleo opera com perdas. Dezembro do WTI em NY: US$ 35,56 o barril (-4,81%).

* O Dollar Index registra alta de 0,36%, a 93,74 pontos.

AGENDA

– Estimativa para a safra mundial de grãos – CIG, na parte da manhã.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (30/10)

– Japão: A taxa de desemprego de setembro será publicada na noite anterior pelo Ministério de Assuntos Internos e Comunicação.

– Japão: A leitura preliminar da produção industrial de setembro será publicada na noite anterior pelo Ministério da Economia, Comércio e Indústria.

– Eurozona:  A leitura preliminar do índice de preços ao consumidor de outubro será publicada às 7h pela Eurostat.

– Eurozona:  A leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre de 2020 será publicada às 7h pela Eurostat.

– Eurozona:  A taxa de desemprego de setembro será publicada às 7h pela urostat.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– O IBGE divulga às 9h os dados sobre o índice de preços ao produtor referentes a setembro.

– Atualização das estimativas para a produção de soja e milho do Brasil em 2020/21 – SAFRAS, 12hs.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Levantamento sobre a evoluções do plantio de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA