Preocupação com rendimento nos EUA sustenta contratos da soja em Chicago

392

     Porto Alegre, 3 de novembro de 2020 – Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a terça-feira com preços em alta. As preocupações com a produtividade da safra americana, em reta final de colheita, e a demanda firme pelo produto dos Estados Unidos sustentaram as cotações.

     Hoje, informações deram conta de que os Estados Unidos estariam embarcando 38 mil toneladas para o Brasil. Sem produto disponível, a indústria brasileira está recorrendo às importações, inclusive de soja americana, após a retirada da taxa sobre as compras de países de fora do Mercosul.

     Os contratos da soja em grão com entrega em janeiro fecharam com alta de 12,00 centavos de dólar por libra-peso ou 1,14% a US$ 10,64 1/4 por bushel. A posição março teve cotação de US$ 10,57 3/4 por bushel, com ganho de 12,50 centavos ou 1,19%.

     Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com alta de US$ 2,10 ou 0,55% a US$ 377,20 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 33,78 centavos de dólar, alta de 0,59 centavo ou 1,77%.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA