Mercado de café avalia otimismo externo

321

    Porto Alegre, 9 de novembro de 2020 – A confirmação da vitória de Joe Biden na eleição americana e os avanços na vacina contra a Covid resultaram em um início de semana de muito otimismo no mercado financeiro internacional. Para o mercado brasileiro de café, o impacto é a queda do dólar e a alta em Nova York. Como resultado, os preços tendem a permanecer estabilizados e os negócios em ritmo lento.

     O mercado manteve preços estáveis nesta sexta-feira. Apesar da alta do arábica na Bolsa de Nova York, o dólar teve uma queda mais forte e neutralizou o aspecto positivo dos ganhos externos. Assim, o mercado nacional andou de lado nesta sexta-feira, com agentes cautelosos e poucos negócios.

     No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação terminou o dia em R$ 530,00/535,00 a saca, estável. No cerrado mineiro, arábica bebida dura com 15% de catação teve preço de R$ 535,00/540,00 a saca, inalterado.

    Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 0% de catação, teve preço de R$ 390,00/395,00 a saca, estável. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, teve preço de R$ 395,00/400,00 a saca, inalterado.

CFTC

*  A CFTC (Commodity Futures Trading Comission) divulgou os números do relatório de compromissos dos traders, com dados até 03 de novembro para o café na Ice Futures US. O levantamento mostrou que os grandes fundos e grandes especuladores apresentavam uma posição líquida comprada (long) de 28.021 contratos, contra 35.421 contratos comprados na semana anterior (27 de outubro).

* As empresas comerciais, como indústrias, casas corretoras e comerciantes, estavam com uma posição líquida vendida (short) de 34.262 contratos.

*  As posições não reportáveis, que representam pequenos especuladores e negociadores locais, indicam uma posição líquida comprada (long) de 6.241 contratos.

* Até 03 de novembro, eram 285.632 contratos em aberto no mercado futuro de café arábica da ICE Futures US, com alta de 9.148 lotes na semana.

NOVA YORK

* Os contratos com entrega em dezembro registram valorização de 1,35% na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE), cotados a 108,40 centavos de dólar por libra-peso.

* A posição dezembro fechou na sexta-feira a 106,95 centavos de dólar por libra-peso, elevação de 1,00 centavo, ou de 0,9%.

CÂMBIO

* O dólar comercial abriu a sessão em forte queda frente ao real, com recuo de 2% e abaixo do nível de R$ 5,30 – pela primeira vez desde 18 de setembro – com investidores reagindo à vitória do democrata Joe Biden como presidente dos Estados Unidos.

* Às 9h11 (De Brasília), a moeda norte-americana recuava 2,06% no mercado à vista, cotada a R$ 5,2780 para venda, enquanto o contrato para dezembro tinha queda de 1,65%, a R$ 5,2810. Lá fora, o Dollar Index oscilava com leve queda de 0,04%, ao redor dos 92,200 pontos.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia encerraram firmes. Xangai, +1,86%. Tóquio, +2,12%.

* As principais bolsas na Europa operam em alta acentuada. Paris, +5,62%; Frankfurt, +5,07%; Londres, +5,09%.

* O petróleo opera com perdas. Dezembro do WTI em NY: US$ 40,29 o barril (+8,4%).

* O Dollar Index registra alta de 0,15%, a 92,36 pontos.

AGENDA

– Resultado financeiro da BRF.

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 13hs.

– Balança comercial da primeira semana de novembro – Ministério da Economia, 15hs.

– Condições das lavouras norte-americanas – USDA, 18hs.

—-Terça-feira (10/11)

– China: O índice de preços ao consumidor de outubro será publicado na noite anterior pelo departamento de estatísticas.

– China: O índice de preços ao produtor de outubro será publicado na noite anterior pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido: A taxa de desemprego do trimestre até setembro será publicada às 4h pelo departamento de estatísticas.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

– Atualização da estimativa para a safra brasileira de grãos em 2020/21 – Conab, 9hs.

– Levantamento Sistemático de Produção Agrícola de outubro e 1 Prognóstico de safra de grãos – IBGE, 9hs.

– Relatório de novembro de oferta e demanda mundial e norte-americana para grãos – USDA, 14hs.

—–Quarta-feira (11/11)

– Feriado parcial nos EUA – Veterans Day. Os mercados operam normalmente, mas os escritórios oficiais não abrem.

– Resultado financeiro da JBS.

—–Quinta-feira (12/11)

– Reino Unido:  A balança comercial de setembro será publicada às 4h pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido:  A leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre de 2020 será publicada às 4h pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido: O índice de produção industrial de setembro será publicado às 4h pelo departamento de estatísticas.

– Alemanha: A versão revisada do índice de preços ao consumidor de outubro será publicada às 4h pelo Destatis.

– Eurozona:  A produção industrial de setembro será publicada às 7h pela Eurostat.

– Pesquisa trimestral de abates de animais – IBGE, 9hs.

– EUA: O índice de preços ao consumidor de outubro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 13hs pelo Departamento de Energia (DoE).

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Dados das lavouras no Rio Grande do Sul – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (13/11)

– Alemanha:  A leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) de terceiro trimestre de 2020 será publicada às 4h pelo Destatis.

– Eurozona:  A leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) de terceiro trimestre de 2020 será publicada às 7h pela Eurostat.

– Eurozona:  A balança comercial de setembro será publicada às 7h pela Eurostat.

– Resultado financeiro da Cosan.

– Dados do desenvolvimento das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, no início do dia.

– O BC divulga às 9h o índice de atividade econômica (IBC-Br) referentes a setembro.

– EUA: O índice de preços ao produtor de outubro será publicado às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 10h30min.

– Dados de desenvolvimento das lavouras do Mato Grosso – IMEA, na parte da tarde.

– Levantamento sobre a evoluções do plantio de soja no Brasil – SAFRAS, na parte da tarde.

     Dylan Della Pasqua (dylan@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA