Com atenções voltadas ao plantio, preços do arroz seguem firmes

381

     Porto Alegre, 13 de novembro de 2020 – Com as atenções voltadas ao plantio de arroz, os preços do cereal seguem firmes ao final da segunda semana de novembro. Na média do Rio Grande do Sul, estado referência para preços de arroz no Brasil, a indicação ficou em R$ 105,35 por saca de 50 quilos nesta quinta-feira (12), alta de 0,38% em 7 dias. Em 30 dias, havia recuo acumulado de 0,85%. Frente ao mesmo período do ano anterior, a diferença era de 126,91% positiva.

     As equipes dos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural do Instituto Rio Grandense do Arroz constaram nesta semana que os trabalhos de semeadura totalizaram 85,16% da área estimada no Estado. Até esta quarta-feira (11), foram semeados 825.227 hectares (dos 969.192 ha previstos para o Rio Grande do Sul) dentro da melhor janela de plantio preferencial, que é de 15 setembro a 15 de novembro.

     O aumento, em relação ao apurado na semana passada, foi de 63.820 ha (6,6 pontos percentuais a mais). Ainda restam cerca de 143 mil ha de área com potencial de semeadura no Rio Grande do Sul.

     Destaque também para a exportações semanais norte-americanas, divulgadas nesta sexta-feira (13). O Brasil figurou entre os principais importadores de arroz dos Estados Unidos na semana encerrada no dia 5 de novembro. Conforme relatório das exportações semanais do país, foram 28.300 toneladas adquiridas na temporada comercial 2020/21. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

     Rodrigo Ramos (rodrigo@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA