BASF estabelece metas de agricultura sustentável para próximos 10 anos

225

     Porto Alegre, 16 de novembro de 2020 – A Divisão de Soluções para Agricultura da BASF se comprometeu com metas claras e mensuráveis a promover uma agricultura cada vez mais sustentável até 2030. Utilizando-se de sua capacidade de inovação, a empresa ajudará os agricultores a reduzirem em 30% as emissões de CO2 por tonelada de cultivo produzido, assim como se compromete a aumentar em até 7% ao ano a oferta de soluções ainda mais sustentáveis.

     Além disso, a BASF disponibilizará tecnologias digitais para mais de 400 milhões de hectares de terras cultivadas e continuará trabalhando para o uso seguro de seus produtos através de boas práticas agrícolas. Os novos compromissos são fortalecidos ainda mais com a implementação da estratégia da BASF na Agricultura, lançada em 2019.

     “A agricultura é essencial para o bem-estar do mundo. Nas próximas décadas, nosso sistema de produção de alimentos passará por uma transformação acelerada para fornecer alimentos saudáveis e acessíveis para uma população mundial em intenso crescimento. Ao mesmo tempo, precisaremos mitigar seu impacto em nosso planeta. Esta transformação é orientada pela demanda por uma melhor produtividade – uma produção que gere valor para a sociedade e o meio ambiente, contribuindo para a geração de emprego e renda no campo”, disse Vincent Gros, Presidente da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF. “Com nossas ofertas conectadas, apoiamos os agricultores do mundo inteiro na realização do maior trabalho da terra para que, juntos, possamos gerar um impacto positivo no sistema agrícola de alimentos”.

Agricultura inteligente para os desafios climáticos

     A BASF ajudará os agricultores a reduzir a pegada de carbono e serem mais resilientes às mudanças climáticas, com tecnologias para aumentar a produtividade, tornar o manejo agrícola mais eficiente, além de reduzir os impactos ambientais. Essas tecnologias incluem:

* Produtos de manejo de nitrogênio como Vibelsol(r) e Vizura(r), que reduzem as emissões de gases de efeito estufa;

* Soluções de proteção de cultivos, como o herbicida Kixor(r) que permite o manejo adequado nos sistemas de cultivo de plantio direto, contribuindo com uma produção com menos impacto no solo, além da redução das emissões de CO2 do solo e no uso de combustível;

* Novas variedades de cultivo, como as sementes de canola InVigor(r), que oferecem maior estabilidade da produtividade, principalmente em condições climáticas mais adversas;

* Inoculantes biológicos e soluções digitais inovadoras.

Ao mesmo tempo, a empresa tem explorado formas de estimular a eficiência em CO2 e abrir novas frentes de valor agregado para os agricultores. Com esses produtos e soluções, a BASF ajudará a reduzir em 30% as emissões de CO2 por tonelada de cultivo produzido.

Soluções sustentáveis

     A BASF tem como objetivo aumentar o número de soluções sustentáveis que disponibiliza aos agricultores ano após ano. Assim, a empresa investe continuamente em seu forte pipeline de Pesquisa & Desenvolvimento orientado cada vez mais por critérios de sustentabilidade. O pipeline de P&D da BASF contém soluções que promovem o uso eficiente dos recursos e contribuem para a sustentabilidade dos sistemas de produção. Alguns exemplos são:

* Soluções à base do fungicida Revysol(r) possibilitam aumento de até 4% na produtividade do trigo usando a mesma extensão de terra e permitem que o agricultor proteja o habitat natural;

* A aplicação direcionada das soluções biológicas como os feromônios RAK(r) que protegem as plantas por todo seu ciclo de produção, como parte do manejo integrado de pragas (MIP);

* Inovações em melhoramento, como a melancia Pingo Doce(r) que ajuda os consumidores a evitarem o desperdício de alimentos.

     Além disso, a BASF avalia todo seu portfólio de produtos com base em critérios de sustentabilidade claramente definidos, através do método de Sustainable Solution Steering (produtos Accelerators). Estas soluções contribuem significativamente com a sustentabilidade na cadeia de valor e farão um grande aporte à meta do Grupo BASF de € 22 bilhões em vendas até 2025. A Divisão de Soluções para Agricultura pretende aumentar sua parcela de vendas de Accelerators em 7% ao ano.

Agricultura Digital

     A digitalização contribui com uma agricultura mais eficiente e sustentável. Assim, a BASF ajudará os agricultores com ferramentas digitais para que expandam seus negócios com rentabilidade e, ao mesmo tempo, reduzam a sua pegada ambiental. A adoção de tecnologias digitais permite que os agricultores produzam mais com menos recursos para tornar os processos mais eficientes do campo até a mesa do consumidor. As soluções de xarvio(tm), marca de agricultura digital da BASF, oferecem uma aplicação mais precisa de produtos de proteção de cultivos e recomendação de uso de nutrientes. As ferramentas digitais vêm sendo utilizadas por um número cada vez maior de agricultores, aumentando o conhecimento e a conscientização sobre a sustentabilidade agrícola. A BASF pretende disponibilizar tecnologias digitais para mais de 400 milhões de hectares de terras cultivadas até 2030.

Segurança e boas práticas

     A BASF está comprometida com a segurança dos seus produtos para a saúde humana e o meio ambiente, promovendo o uso seguro e as boas práticas agrícolas das suas soluções. A empresa oferece acesso a ferramentas e serviços feitos sob medida para o trabalho diário de cada agricultor. Entre as ofertas relacionadas à segurança e às boas práticas estão equipamentos de proteção individual, treinamentos personalizados, soluções digitais e novas tecnologias de aplicação, como os drones que reduzem o tempo de trabalho e a potencial exposição a defensivos agrícolas.

     As iniciativas com o uso de drones já foram lançadas na China e na Colômbia. Outro exemplo do esforço da BASF para facilitar e tornar mais seguro o manuseio de produtos de proteção de cultivos é o sistema de transferência fechado (closed-transfer-system, CTS) easyconnect. O sistema foi desenvolvido com parceiros e tem o apoio dos principais atores na indústria agrícola. O lançamento no mercado europeu está planejado para 2021/22. As informações partem da assessoria de imprensa da BASF.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA