Açúcar recua em Nova York com realização de lucros

316

    Porto Alegre, 19 de novembro de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures US) para o açúcar bruto encerrou o pregão eletrônico com cotações em baixa.

     Conforme operadores ouvidos pela Reuters, o mercado continuou realizando lucros depois do pico de quase nove meses estabelecido no início da semana, apesar das cotações permanecerem sustentadas por relatos de queda nas safras de países europeus e da perspectiva de um déficit global de oferta ao longo da temporada 2020/21.

     Na terça-feira, os contratos com entrega em março tocaram em 15,66 centavos de dólar por libra, maior patamar desde meados de fevereiro.

     Por outro lado, o adido agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Nova Déli, em relatório divulgado hoje, estimou que a produção de açúcar da Índia vai crescer 17 por cento em 2020/21, para 33,76 milhões de toneladas, contra 28,9 milhões de toneladas em 2019/20.  

    Conforme o adido, a elevação na produção de açúcar acontecerá por conta do crescimento na área cultivada de cana em importantes estados, diante das chuvas de monção acima da média, que resultou em reservatórios hídricos em níveis mais do que adequados.

    Os contratos com entrega em março/2021 encerraram o dia a 15,28 centavos de dólar por libra-peso, com baixa de 0,17 centavo (-1,1%) em relação ao fechamento anterior. A mínima do dia foi de 15,22 centavos, e a máxima chegou a 15,52 centavos.

     Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA