Economia da Eurozona deve ser severamente afetada por infecções

186

     Porto Alegre, 19 de novembro de 2020 – A expectativa é de que a economia da zona do euro seja severamente afetada pela segunda onda de casos do novo coronavírus, em especial o setor de serviços, e o maior desafio será cobrir lacunas até que vacina esteja amplamente disponível, disse a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde.

     “Embora as últimas notícias sobre a vacina pareçam encorajadoras, o recente aumento nos casos do novo coronavírus (covidD-19) e a reimposição associada de uma série de medidas de contenção estão aumentando o nível já elevado de incerteza e representam um sério desafio para a zona do euro e da economia global”, disse Lagarde, em audiência na Comissão dos Assuntos Econômicos e Monetários (Econ) do Parlamento Europeu. Com informações da Agência CMA.

     Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA