Prioridade é proteger economia até alcance de imunidade, diz Lagarde

277
Crédito: Stephen Jaffe


     São Paulo, 20 de novembro de 2020 – A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse que a prioridade imediata é proteger a economia dos impactos da pandemia do novo coronavírus até que a imunidade coletiva seja alcançada, sem fazer comentários diretos sobre política monetária.

     “A pandemia do novo coronavírus (covid-19) concentrou corretamente as mentes no aqui e agora – em salvar vidas e garantir meios de subsistência”, disse Lagarde, em texto preparado para discurso no Congresso Bancário Europeu de Frankfurt.

     “Nossa prioridade imediata tem sido proteger a economia até que a imunidade generalizada seja alcançada”, disse. “No entanto, a pandemia também oferece a oportunidade de reavaliar como organizaremos nossa economia no futuro”.

     Segundo ela, “por necessidade, a pandemia acelerou nosso uso mais amplo e comum da tecnologia digital”. Lagarde disse que a digitalização mais rápida oferece muitos benefícios, como uma economia com menos emissões de carbono, o que pode “dar um salto à produtividade, especialmente na Europa”.

     Além disso, Lagarde destacou a importância da inovação para preencher lacunas de mercado deixadas pela pandemia. Para impulsionar empresas inovadoras, “governos precisam remover suas barreiras” e os recursos precisam fluir para elas, por meio de financiamento de ações, além do bancário, em especial quando se trata de inovações verdes, concluiu.

     As informações são da agência CMA.

Copyright 2020 – Grupo CMA