Algodão fecha em baixa em NY com realização e avanço da colheita nos EUA

252

     Porto Alegre, 24 de novembro de 2020 – A Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) para o algodão fechou com preços mais baixos nesta terça-feira.

     O mercado teve um movimento de realização de lucros e ajustes técnicos, depois de dois dias seguidos de boas altas. A realização e correção foi estimulada pela boa evolução da colheita nos Estados Unidos, segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

     Segundo dados divulgados ontem pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), até 22 de novembro, a área colhida era apontada em 77%. Em igual período do ano passado, o número estava em 75% e a média dos últimos cinco anos é de 71%. Na semana passada, o número era de 69%.

     Os agentes se posicionam frente ao feriado da quinta, Dia de Ação de Graças. Na sexta, a sessão será menor, encerrando às 15h30min. Mas no dia 27, o USDA vai divulgar seus dados para os embarques semanais. Na semana passada, os números vieram baixos e decepcionaram o mercado.

     Os contratos com entrega em março/2021 fecharam no dia a 72,98 centavos de dólar por libra-peso, queda de 0,82 centavo, ou de 1,1%. Maio/2021 fechou a 73,83 centavos, com desvalorização de 0,82 centavo, ou de 1,1%.

     Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) – Agência SAFRAS

Copyright 2020 – Grupo CMA