fbpx
Destaque Bioenergia

BIOCOMBUSTÍVEIS: Governo Trump deve aumentar modestamente mistura à gasolina

Porto Alegre, 30 de novembro de 2018 – A administração Trump vai ordenar que as companhias de petróleo misturem mais combustível renovável na gasolina e no diesel no próximo ano, de acordo com quatro pessoas familiarizadas com o plano, enquanto o governo começa a fazer mudanças radicais que podem diminuir as cotas de biocombustível nos próximos anos.

 

A Agência de Proteção Ambiental anunciará que está exigindo que as refinarias misturem 19,92 bilhões de galões de biocombustível no ano que vem, um aumento de 3,3% em relação às atuais exigências e em grande parte em linha com as cotas propostas pela agência em junho.

 

Não mais que 15 bilhões de galões do total podem vir de fontes convencionais, como o etanol à base de milho. Pelo menos 4,92 bilhões de galões devem ser preenchidos com biocombustível avançado, incluindo pelo menos 418 milhões de galões de combustível renovável celulósico.

 

A EPA também impôs uma quota de 2,43 bilhões de litros de biodiesel em 2020, um aumento de 15,7% em relação aos 2,1 bilhões de galões necessários em 2019.

 

A agência não está ajustando suas cotas finais para justificar renúncias a algumas pequenas refinarias dos requisitos de mistura de biocombustíveis – uma derrota para líderes agrícolas e aliados políticos que imploraram ao governo Trump para suspender a prática ou pelo menos forçar outras refinarias a compensarem a diferença.

 

Com o lançamento, o governo Trump dará início a uma revisão do Renewable Fuel Standard, dando início a uma nova batalha entre a indústria petrolífera e os interesses agrícolas sobre a participação de mercado de gasolina dos EUA, que irá enfrentar um cenário cada vez mais político.

 

Refinadores e alguns ambientalistas estarão pressionando a EPA a reduzir o mandato de biocombustível de 13 anos no ano que vem, enquanto o presidente Donald Trump corteja eleitores no maior estado produtor de milho e etanol, de Iowa.

 

As informações partem da Bloomberg.

 

Fábio Rübenich (fabio@safras.com.br) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2018 – Grupo CMA

Sobre o autor

Fabio Rubenich

Deixe um Comentário