fbpx
Mercado Notícias Boi

Boi gordo tem lentidão no início da semana e preços firmes

 

Porto Alegre, 05 de abril de 2019 – Os preços do boi gordo seguem firmes nas principais regiões de produção e comercialização do país. “O mercado iniciou a semana apresentando um ritmo lento de negócios”, disse o analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

 

Segundo ele, a tendência de curto prazo ainda remete a alguma alta das indicações, mesmo que isso ocorra de maneira discreta. “Os frigoríficos de menor porte ainda se deparam com escalas de abate encurtadas, posicionadas entre dois e três dias úteis. Por sua vez, alguns frigoríficos ainda sinalizam para uma posição de maior conforto após o bom volume de negócios realizados no decorrer da última semana”, apontou.

 

Em São Paulo, preços a R$ 160,00 a arroba, contra R$ 159,00 a arroba na sexta-feira. Em Minas Gerais, o preço ficou em R$ 152,00 a arroba em Uberaba, estável. No Mato Grosso do Sul, preços ficaram em R$ 149,00 a arroba em Dourados, inalterados. Já em Goiás, preço em R$ 149,00 a arroba em Goiânia, estável. No Mato Grosso, preço de R$ 142,00 a arroba em Cuiabá, inalterado.

 

Atacado

 

A carne bovina teve preços estáveis. Conforme Iglesias, a tendência de curto prazo ainda remete a alguma alta dos preços, avaliando o excelente potencial consumo nos primeiros vinte dias de abril. Além da entrada dos salários há também o repique de consumo causado pela Páscoa.

O corte traseiro permaneceu com preço de R$ 12,30 por quilo. O corte dianteiro seguiu em R$ 8,75 por quilo. Já a ponta de agulha teve preço de R$ 8,20 por quilo, estável.​

 

Câmbio

 

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 0,61%, negociado a R$ 3,8470 para a compra e a R$ 3,8490 para a venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a máxima de R$ 3,8770 e a mínima de R$ 3,8430.

 

Fábio Rübenich ([email protected]) / Agência SAFRAS

 

Copyright 2019 – Grupo CMA

 

Sobre o autor

Lessandro Rocha Carvalho

Deixe um Comentário